quarta-feira, 26 de julho de 2017

Artista Alexandre Américo apresenta ‘Cinzas ao Solo’ nesta quinta-feira (27) no Sesc

Nesta quinta-feira (27), o artista Alexandre Américo, trará o espetáculo ‘Cinzas ao Solo’ com duração de 35 minutos. A apresentação iniciará às 20h no Teatro 1 do Sesc, com classificação etária livre para todos os públicos, os ingressos podem ser retirados uma hora antes do espetáculo mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível.

Esta obra pretende tematizar o entendimento de dança do próprio bailarino. Ao utilizar a metáfora do homem que caminha devorando o "mundo", o intérprete inicia a busca pela sensação de comunhão com o todo, de ancestralidade, de atemporalidade.

Em seu percurso criativo, o bailarino mergulhou em diversos locais de natureza exuberante, lugares sagrados quase nunca tocados, lugares de silencio e força... Na tentativa de tocar o invisível, de encontrar o "ancestral", o primeiro e o último homem que dançou.

Pesquisador, bailarino, criador formado em Licenciatura Plena em Dança e mestrando do Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas ambos pela UFRN. É criador e bailarino de diversos trabalhos, sendo algum deles: Que Seja Uno (2011), Ocaso (2012), Marruá (2012), Clono (2013), Ensaio Sobre Decidir (2014), A Cura (Giradança 2014), Myo_Clonus: Compartilhamento (2015) e Dança que Ninguém Quer Ver (Giradança) e Cinzas ao Solo. Atualmente trabalha na Cia. Giradança enquanto assistente de direção e criador.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Grupo local apresentará questões feministas em espetáculo nesta terça-feira (25)

Na próxima terça-feira (25), o grupo de teatro e dança experimental Celeiro Cultural, trará o espetáculo ‘Somos Todos Marias’ com duração de 60 minutos. A apresentação iniciará às 20h no Teatro 1 do Sesc, com classificação etária para 14 anos, os ingressos podem ser retirados uma hora antes do espetáculo mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível.

O espetáculo aborda temas como empoderamento feminino, feminicídio, luto, questões políticas atuais, a fragilização dos direitos feministas numa sociedade patriarcal e machista.  Baseado em pesquisas de histórias reais de mulheres que vivenciaram situações de risco, dor ou engajamento políticos e que trouxeram à tona o debate sobre a figura feminina e seu papel nesta sociedade, visa a retomada da força dos movimentos feministas, naquilo que já se considera uma nova onda. “É um híbrido entre música, performance, teatro, envolvendo a colaboração de muitas mulheres. Uma espécie de performance travestida de show, mas também com os momentos do púlpito, porque existe a demanda da palavra. Um momento de comunhão com as mulheres que estiverem no teatro”.

Espetáculo 'O MILAGRE DAS MÃOS' do Sesc-DF encerrará a agenda de espetáculos do Palco Giratório 2017

O espetáculo de enceramento do Palco Giratório 2017 apresenta o trabalho de pesquisa das técnicas e linguagens das artes cênicas do Grupo de Pesquisa Cênica do Sesc-DF desenvolvido desde 2008 como parte de suas ações de promoção cultural. Em 2016, o grupo desenvolveu e vem apresentando a peça "O MILAGRE DAS MÃOS", baseada na história real da professora Anne Sulivan, que, através da linguagem de libras e muita determinação consegue o milagre de conectar a menina Helen Keller (1880-1968) que ficou cega e surda antes de completar dois anos de idade, ao mundo, superando todas as suas limitações a ponto de se tornar uma grande intelectual. O espetáculo mescla as linguagens de teatro, dança e áudio visual, em uma história que será encenada dia 28/7 no Teatro 1 Sesc às 20h, entrada 1kg de alimento não perecível. Os ingressos estarão disponíveis uma hora antes da apresentação.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Grupo CiaSenha apresenta espetáculo ‘Fui’, neste sábado no Sesc


A próxima atração do Festival Palco Giratório será neste sábado (22). O grupo a se apresentar será ‘CiaSenhas de Teatro’ com o espetáculo juvenil ‘FUI!’. A apresentação iniciará às 20h no Teatro 1 do Sesc, com classificação etária para 12 anos, os ingressos podem ser retirados uma hora antes do espetáculo mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível.

A CiaSenhas excursiona pelo universo juvenil com a montagem ‘FUI!’ livremente inspirado na obra literária Tchick de Wolfgang Herrndorf, com texto e direção de Sueli Araujo. O espetáculo apresenta quatro personagens que se encontram após 15 anos para, através da criação de uma peça de teatro, lembrarem e reviverem as experiências que compartilharam quando eram jovens. Temas como amizade, solidão, confiança e sexualidade são abordados na montagem. Com uma linguagem dinâmica e direta, FUI! Apresenta ao público um recorte sensível sobre ser jovem ontem e hoje. Amizade e memória norteiam a peça que se desenha, também, a partir da relação com quem a vê.

A CiaSenhas de Teatro de Curitiba, criada em 1999, é um coletivo que desenvolve trabalhos continuado de pesquisa e criação teatral. Desde sua fundação a companhia têm se dedicado à investigação da linguagem cênica com enfoque no trabalho do ator-criador paralelo ao desenvolvimento de dramaturgia original em processos compartilhados de criação. A CiaSenhas procura disponibilizar seus espetáculos às mais diferentes plateias e promover ações para o fortalecimento estético e político do teatro de grupo.

Seminário Palco Giratório abordará questões relacionadas às artes cênicas no atual contexto brasileiro e na crise global


Em 2017 comemora-se 20 anos do Projeto Palco Giratório, maior projeto de circulação das artes cênicas do país e 10 anos em formato de festival em Rondônia. Como parte da ação comemorativa foi criado o Seminário Palco Giratório – 20 anos que visa colocar em discussão temas que circundam a prática do projeto nestas 2 décadas e outros ligados à urgência da reflexão no atual contexto em que O Palco Giratório e outras ações artísticas são compostas ou diretamente atreladas.

As mesas temáticas e os palestrantes do seminário irão abordar: 20 anos de projeto x 10 anos de festival em Rondônia, Dramaturgia na Amazônia: migrações e contágios – diálogos (inter) (trans) culturais, Diálogos e interações com artistas, Grupos e públicos: abrindo as cortinas de Rondônia para o Brasil, Mediação cênica: sensibilização dos espectadores para a arte contemporânea e escutação: processos de curadoria do Sesc no Brasil.

O Seminário Palco Giratório 20 Anos será realizado de 27 a 29 de julho no Audicine Sesc Esplanada av. Presidente Dutra, 4175 com entrada gratuita e contará com a presença de representantes do Sesc Nacional, da classe artística local e público em geral. Outras informações sobre o evento podem ser obtidas na fanpage Palco Giratório RO ou pelo fone (69)3229-6006 – ramal Cultura 238 e 239.

Comunicação Sesc



PROGRAMAÇÃO

SEMINÁRIO PALCO GIRATÓRIO 20 ANOS

Dia 27 de julho de 2017
15h às 17h30

MESA 1 - PALCO GIRATÓRIO: 20 ANOS DE PROJETO X 10 ANOS DE FESTIVAL EM RONDÔNIA

A PROPOSTA A SER DISCUTIDA NESSA MESA É A RELEVANCIA DO PROJETO PALCO GIRATÓRIO PARA O FORTALECIMENTO DAS ARTES CÊNICAS NO BRASIL, COMO SE DEU O PROCESSO DE INICIO DESSE PROJETO, COMO O PROJETO VEM SE TRANSFORMANDO E SE APRIMORANDO AO LONGO DOS ANOS E A IMPORTANCIA E CONQUISTA DO PALCO GIRATÓRIO COMO FESTIVAL NO ESTADO DE RONDONIA.

CONVIDADOS:
ÁLVARO FERNANDES (SESC/PB)
MARIÂNGELA ONOFRE
VICENTE PEREIRA JUNIOR (DEPARTAMENTO NACIONAL SESC-RJ)

MEDIAÇÃO: 
MARYA BRAGA (SESC/RO)


Dia 28 de Julho de 2017
09h às 11h30

MESA 2 – DRAMATURGIA NA AMAZÔNIA: MIGRAÇÕES E CONTÁGIOS – DIÁLOGOS (INTER) (TRANS) CULTURAIS

A PROPOSTA A SER DISCUTIDA NESSA MESA É PROPOR UM DEBATE SOBRE UMA AMAZÔNIA REFÚGIO - MARCADA POR TRÂNSITOS, DESLOCAMENTOS, FLUXOS MIGRATÓRIOS, EXPLORAÇÃO - E SUAS APROXIMAÇÕES E CONTRADIÇÕES COM A TENDÊNCIA GLOBAL DE DESLOCAMENTOS DE REFUGIADOS QUE DENUNCIAM A GRANDE CRISE DO SÉCULO.

CONVIDADOS:
CONRADO DESS (PERFORMATRON/SP)
FABIANO BARROS (SESC/RO)
JUNIOR LOPES (UNIR/RO)

MEDIAÇÃO: 
GENÁRIO DUNAS (SESC/AP)


Dia 28 de Julho de 2017
15h às 17h30

MESA 3 – DIÁLOGOS E INTERAÇÕES COM ARTISTAS, GRUPOS E PÚBLICOS: ABRINDO AS CORTINAS DE RONDÔNIA PARA O BRASIL

A PROPOSTA A SER DISCUTIA NESSA MESA É PROPORCIONAR AOS ARTISTAS QUE JÁ CIRCULARAM PELO PALCO GIRATÓRIO UM ESPAÇO DE FALA, ONDE POSSAM RELATAR A SUA EXPERIENCIA, APONTAR PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS, DESTACAR O IMPACTO QUE ESSA CIRCULAÇÃO CAUSOU, ALÉM DE SER UM ESPAÇO PARA PENSAR NA CONTINUIDADE DO GRUPO APÓS A PARTICIPAÇÃO NO PROJETO.

CONVIDADOS:
BIRA LOURENÇO (O IMAGINÁRIO/RO), GISELE STERING E EULES LYCAON (BOI DE PIRANHA/RO), RODRIGO VRECH, CLAUDIO ZARCO, ANDRESSA SILVA, ELIZEU BRAGA E RAONI AMARAL (BERADERA COMPANHIA DE TEATRO/RO) - PARTICIPAÇÃO VIA VIDEO

MEDIAÇÃO: 
EDNEA MARIA BARBOSA DE SOUZA (SESC/GO)


Dia 29 de Julho de 2017
15h às 17h30

MESA 4 – MEDIAÇÃO CÊNICA: SENSIBILIZAÇÃO DOS ESPECTADORES PARA A ARTE CONTEMPORÂNEA

A PROPOSTA A SER DISCUTIDA NESSA MESA É PENSAR COMO A ARTE CÊNICA CONTEMPORANEA É MUITAS VEZES (IN) COMPREENDIDA PELO GRANDE PUBLICO, E DE QUE FORMA PODEMOS ATUAR NA MEDIAÇÃO DESSAS OBRAS ARTISTICAS, APROXIMANDO OS ESPECTADORES DE NOVAS FORMAS DE FAZER E PENSAR ARTE NA CONTEMPORANEIDADE.

CONVIDADOS:
ISABEL PENONI (CIA MARGINAL / RJ)
NEY WENDELL (UNIVERSITÉ DU QUÉBEC À MONTREAL-UQAM / CANADÁ)
RITA AQUINO (UFBA/BA)

MEDIAÇÃO: 
GENÁRIO DUNAS (SESC/AP)

Dia 29 de Julho de 2017
19h às 21h30

MESA 5 – ESCUTAÇÃO: PROCESSOS DE CURADORIA DO SESC NO BRASIL

A PROPOSTA A SER DISCUTIDA NESSA MESA SÃO AS FORMAS DE SELEÇÃO E INDICAÇÃO DE ESPETÁCULOS PARA A CURADORIA DOS PROJETOS NACIONAIS DO SESC, ABRINDO UM ESPAÇO DE DIÁLOGO E INTERAÇÃO COM TODOS OS INTERESSADOS E PENSANDO FORMAS DE APROXIMAR O SESC DOS AGENTES CULTURAIS. TODOS OS PRESENTES PODERÃO SE MANIFESTAR E OS CONVIDADOS ESTARÃO A DISPOSIÇÃO PARA ESCLARECER A RESPEITO DAS QUESTÕES QUE SURGIREM.

CONVIDADOS:
ÁLVARO FERNANDES (SESC/PB)
EDNEA MARIA BARBOSA DE SOUZA (SESC/GO)
GENÁRIO DUNAS (SESC/AP)
MARYA BRAGA (SESC/RO)
VICENTE PEREIRA JUNIOR (SESC/DN)

MEDIAÇÃO: 
ANDRESSA BATISTA (SESC/RO)

Programação com mais informações na fanpage:
Outras informações no Blog
Site nacional
http://www.sesc.com.br/portal/site/PalcoGiratorio/2017/Espetaculos/

quinta-feira, 20 de julho de 2017

‘O quadro de todos juntos’ será apresentado nesta sexta-feira (21) no Palco Giratório


Nesta sexta-feira (21) o Palco Giratório trará o Grupo ‘Pigmalião Escultura que Mexe’ com a apresentação ‘O quadro de todos juntos’, com classificação indicativa para 18 anos. O espetáculo terá início às 20h no teatro 1 do Sesc Esplanada. Os ingressos podem ser retirados uma hora antes do espetáculo mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível.

A apresentação relata a história de uma família que, ao posar para um retrato revela além da superficialidade. Mostra a frágil estrutura por trás dessa imagem perfeita. Segredos postos ao chão. Suspensão do tempo. Cada um de seus integrantes expõe seus mais íntimos e secretos desejos. Todos são espelhos. Todos juntos. Um encontro de família em que a realidade, o simulacro e o delírio confrontam-se em um quadro mais que verdadeiro. Um espetáculo perturbador onde máscaras e bonecos se misturam e criam a ilusão de serem feitos da mesma matéria: Carne. 

O Pigmalião Escultura Que Mexe desenvolve seus trabalhos no limite entre as Artes Cênicas e as Artes Visuais. Com 10 anos de trajetória e tendo circulado por diversos países, o grupo sempre procurou criar espetáculos que abordassem tabus universais. A aparência irreal de vida das marionetes, o simulacro das máscaras e as ilusões da relação dos atores com seres inanimados são suas ferramentas para tocar filosoficamente o público. Na construção contínua de sua identidade, o Pigmalião busca, dentre outras coisas, o reconhecimento do teatro de bonecos na produção artística contemporânea.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Fotógrafa Marcela Bonfim retorna à galeria do Sesc

A fotógrafa Marcela Bonfim retorna à galeria do Sesc com a exposição fotográfica (RE)CONHECENDO A AMAZÔNIA NEGRA com abertura neste dia 19 de julho às 10h. Os trabalhos ficarão expostos até o dia 19 de agosto e o horário para visitação será das 10 às 14h na Unidade Sesc Centro, sito à av. Pres. Dutra, 2765.

Marcela Bonfim nasceu em Jaú/SP e mora em Rondônia desde 2010. Dedicada à fotografia tem deixado por um tempo a carreira de economista inspirada na sua nova moradia. Segundo ela, “…foi na nova cidade que o instinto imagético ganhou forma”.


Em seus ensaios vemos uma Amazônia pouco visitada: a “Amazônia Negra” resultante da captura da vida e do cotidiano negro em qualquer hora e local, compondo as personagens dessa Amazônia e que ao longo do tempo tem servido ao amadurecimento para a fotógrafa. Agora um novo convite é feito, mas com a mesma essência: mergulhar nas imagens que mostram a riqueza negra da Amazônia e ir além do próprio olhar material, reconhecendo nestes personagens uma mensagem de seus universos sob a guia do olhar fotográfico. Conforme Marcela, a máquina fotográfica é seu instrumento de militância uma vez que o engajamento dela é pelo reconhecimento do papel dos africanos na formação da Amazônia e na defesa da sua autoestima.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Terça musical no Palco Giratório com ‘Caranguejo Overdrive’

Nesta terça-feira (18), o espetáculo a ser apresentado será do grupo ‘Aquela Cia’, com o musical ‘Caranguejo Overdrive’. A apresentação, tem um total de 75 minutos e iniciará às 20h no Teatro 1 do Sesc. A classificação indicativa é 16 anos, os ingressos podem ser retirados uma hora antes do espetáculo mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível.

O protagonista é Cosme, ex-catador de caranguejos no mangue carioca da metade do século XIX. Convocado para integrar as forças brasileiras na Guerra do Paraguai enlouquece no campo de batalha, volta ao Rio e encontra uma cidade em grande transformação. Ele é um homem, ou um caranguejo, ou um soldado, ou um operário. Mergulhado na guerra, sofre um colapso; de volta à cidade onde nasceu, encontra um Rio de Janeiro em convulsões urbanísticas – uma cidade, para ele, irreconhecível e com sabor de exílio. Ele procura o Mangue – a parte da cidade então chamada Rocio Pequeno, hoje a Praça 11 - e se emprega na construção do canal que representou a primeira grande obra de saneamento do Rio.

Ancorada a princípio nas relações entre teatro e literatura, Aquela Cia. – nascida da reunião de artistas vindos das várias escolas de teatro do Rio – montou em 2005 o Projeto K. (a partir da vida e obra de Franz Kafka); vieram em seguida Sub:Werther, Lobo nº1 [A Estepe]. Em 2011, a linha de trabalho passou a investigar a relação entre teatro, música e espetacularidade, com Outside, um musical noir, Cara de Cavalo e Edypop.

Nesta terça-feira, Palco Giratório visita escolas de Porto Velho

Em programação especial, Palco Giratório levará às escolas Flora Calheiros e Deigmar, o grupo de teatro Ruante, com o espetáculo ‘Era uma vez João e Maria e ainda é’. As duas apresentações terão horários distintos, sendo às 10h e 16h, respectivamente.

A conhecida história de Hansel e Gretel, colhida pelos irmãos Grimm, é conhecida por nós como João e Maria. Ganhando adaptações do teatro Ruante para espaços abertos. A peça conta a história de duas crianças que foram abandonadas por seus pais na floresta, onde se deparam com a/o coisa.

Com destaque para a narração e para as brincadeiras, o espetáculo propõe uma reflexão sobre a fábula na atualidade. As músicas, criadas ou recriadas a partir do repertório das cantigas infantis, fazem parte da composição das cenas e são executadas ao vivo.

Dia de espetáculo infantil no Palco Giratório com Os Mequetrefe!

Vamos rir a beça hoje no Palco Giratório com a peça infantil Os Mequetrefe do grupo Parlapatões de SP hoje  no Teatro 1 Sesc, indicação livre, entrada 1 kg de alimento.Um espetáculo muito divertido para todas as idades! Se ligue no que vai rolar:

Em "Os Mequetrefe" quatro palhaços que, não por acaso, se chamam Dias, vivem a jornada de um longo e divertido dia. Do despertar à hora de ir dormir, revelam como a desconstrução da lógica cotidiana pode abrir espaço para outras maneiras de encarar a vida. Vivendo situações bem comuns esses cidadãos nada comuns provocam uma série de confusões tão hilárias quanto poéticas.
Da maneira como acordam, passando pelo jeito como se vestem para ir trabalhar, eles encaram essa aventura através do dia de maneira cômica. Depois de acordar, os Dias pegam o ônibus, que irá se transformar em tudo que pode levar gente, seja navio ou trem, para simplesmente irem ao trabalho, e assim manipulam objetos de cena de maneira lúdica, sempre carregados de um humor provocativo.

Gênero: Comédia
Classificação Etária: Livre
Duração: 60 minutos

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Palco Giratório invade as ruas de Porto Velho, próximo espetáculo será na Avenida Presidente Dutra (Sesc Centro)

A atração deste sábado do Palco Giratório sairá dos palcos de teatro e invadirá as ruas de Porto Velho. O espetáculo ‘Ruina de Anjos’ do Grupo ‘A Outra Companhia de Teatro’ irá se apresentar às 19h na Avenida Presidente Dutra 2765 (Sesc Centro), centro da cidade. Com classificação etária indicada para 16 anos, a apresentação será aberta ao público. 

Num misto de teatro de rua, intervenção urbana e performance, o espetáculo tem como mote a reabertura de um cinema de bairro e a esperança de renovação que ela traz para aquele lugar, que no passado viu um apogeu e hoje vivencia um abandono. Tal qual a vida dos personagens condutores da narrativa itinerante, que perderam a luz que um dia tiveram: uma travesti, um vendedor de café, um pastor traficante, um burguês homofóbico, uma moradora de rua catadora de lixo e uma artista de rua. O espetáculo que se dá na dinâmica do trânsito e da noite do centro da cidade grande, conduz o público a enxergar situações que atravessam discussões sobre violência, marginalidade, tráfico de drogas, invisibilidade social, comercialização da fé e gênero.

Surgido em 2004, em Salvador (BA), o grupo desenvolve ações em diversas áreas do setor criativo, tendo encenado 13 espetáculos. Formado por artistas de diversas formações e origens, valoriza suas referências culturais em seus trabalhos artísticos, afirmando discursos que refletem o interior e a capital, o centro e a periferia, a Bahia e o Nordeste, sem estereótipos, seja ao adaptar uma obra ou criar um novo texto dramático, atentando às emergências temáticas da contemporaneidade.

Em programação especial, Palco Giratório leva espetáculo à praça no bairro Mariana

Em programação especial, Palco Giratório leva ao Bairro Mariana o grupo de teatro Evolução, com o espetáculo ‘Julieta de Bela Flor’. A apresentação iniciará na tarde deste sábado (15) às 17h na praça do bairro.

A história se passa em uma pequena cidade denominada Bela Flor, onde habitam duas irmãs em busca de um grande amor. Com pensamentos e comportamentos extremamente diferentes, as irmãs Lavousiê, buscam cada uma a seu modo, um caminho para a felicidade. A peça ressalta a diferença entre o SER e o TER. A ambição, inveja e traição são temas abordados no texto. Músicas e danças típicas do folclore amazônico permeiam a trama.

A peça possui texto, direção, figurino, cenário e maquiagem produzidos por Eules Lycaon. O elenco é formado por: Dionatan Menezes, Carina Taina, Danny Moschini e Eules Lycaon.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Palco Giratório traz ‘Ledores no Breu’ na próxima sexta-feira (14)


O próximo espetáculo o a ser apresentado na sexta-feira (14) no Palco Giratório é o ‘Ledores no Breu, da companhia do tijolo de São Paulo. A peça não é indicada para menores de 14 anos. Com 70 minutos de duração, o drama iniciará às 20h no teatro 1 do Sesc. Os ingressos podem ser retirados uma hora antes do espetáculo mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível.

Inspirado no pensamento e na prática do educador Paulo Freire e nas obras do poeta Zé da Luz e do ficcionista Guimarães Rosa, o espetáculo trata das relações entre o homem da leitura, das letras e do mundo ao seu redor. Ledores no breu traz histórias que acompanham tantos leitores na escuridão e analfabetos em pleno século XXI, seres que percorrem distâncias para elucidar suas dúvidas, seus erros e seus crimes. Um homem que por não poder ler as letras comete um crime contra seu amor e contra si mesmo; outro homem que desperta para as artimanhas e dubiedades da palavra ou alguém que reinventa o afeto com base nas letras que formam um nome. Personagens construídos a partir de suas relações com as letras e as palavras têm suas vidas profundamente transformadas.

A Cia. do Tijolo foi criada em 2008 pelo ator Dinho Lima Flor, que desejava mergulha na vida e obra do poeta Patativa do Assaré. Partindo daí, chegaram outros artistas. Do encontro surgiram os primeiros impulsos da companhia, o show Cante lá que eu canto cá e o espetáculo Concerto de Ispinho e Fulô. Depois vieram outros encontros com outros pensadores e artistas. Em seguida veio o musical Cantata para um bastidor de utopias, inspirado no livro Mariana Pineda, de Federico García Lorca, e em 2016 o espetáculo “O avesso do claustro”, inspirado na vida de D. Helder Câmara e Paulo Freire, que serviu de norte para a criação de Ledores no breu. São oito anos de existência buscando caminhos nos quais política, poesia e música sejam novamente capazes de construir experiências alternativas ao discurso dominante.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Segundo dia de oficinas do Palco Giratório traz o tema ‘corpo abismo – práticas de presença’


Na última terça-feira (11) iniciaram as oficinas, a primeira foi ministrada pela companhia Fuzuê. Nesta quinta-feira (13), a segunda oficina do Palco Giratório será sobre performance, denominada ‘corpo abismo – práticas de presença’, ministrada pelo artista Maikon K, na sala de dança do Sesc Esplanada, com horários de 08h às 11h e 13h às 16h.

As inscrições são gratuitas e limitadas para 20 participantes, podendo ser efetuadas através do SAC do Sesc no número 3229-6006.

Nesta quinta-feira (13) Palco Giratório traz performance ‘Das Dores’


Encerrando as performances do Palco Giratório, a artista rondoniense Taiane Sales traz a apresentação ‘Das dores’, com classificação indicativa para 16 anos. A performance terá início às 20h, nesta quinta-feira (13), no teatro 1 do Sesc Esplanada. Os ingressos podem ser retirados uma hora antes do espetáculo mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível.

Os objetos cênicos e o público são alguns dos elementos primordiais para o acontecimento de ‘Das dores’. O trabalho consiste na presença de um corpo feminino performativo, com o intuito de proporcionar no público sensações, emoções e reflexões acerca das diversas violências pelas quais passam as mulheres. As imagens, formas, falas, músicas e gestos compõem a dramaturgia do espetáculo. Iniciado em sala de aula chega, nesta ocasião, como trabalho de conclusão de curso, do curso de licenciatura em teatro da Unir.

Em performance ‘Pele da Mulher’ busca expor as dificuldades enfrentadas pelas mulheres

Seguindo na sequência de apresentações das performances do Palco Giratório 2017, a artista Jaque Luchesi de Rondônia, apresentará nesta quarta-feira (12), a ‘Pele da Mulher’ às 19h30 na área de convivência do Sesc Esplanada, com classificação etária para 14 anos.

Pela pele da mulher é uma atuação que expõe as dificuldades enfrentadas pelas mulheres diariamente e enaltece a resistência perante os paradigmas impostos ao gênero feminino. Utilizando-se da linguagem performática como meio de alerta, no intuito de conscientizar sobre a importância do enfrentamento perante o sistema patriarcal, difundido por atitudes e argumentos machistas.

terça-feira, 11 de julho de 2017

Grupo ‘Beradera Companhia de Teatro’ apresenta ‘Lete’ no Palco Giratório desta quarta-feira (12)

Nesta quarta-feira (12), o espetáculo a ser apresentado será do grupo rondoniense ‘Beradera Companhia de Teatro’, que trará ao público uma reflexão, retratando a atualidade de Porto Velho e de seus habitantes. A apresentação do gênero drama, tem um total de 60 minutos e iniciará às 20h no Teatro 1 do Sesc. A classificação indicativa é 14 anos, os ingressos podem ser retirados uma hora antes do espetáculo mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível

Lete, na mitologia grega, é o rio do esquecimento. É ele quem apaga nos homens as suas vidas passadas. Esta peça, que estreou em maio de 2013 - antes da cheia histórica do rio Madeira, que ultrapassou em dois metros a última marca registrada e afogou comunidades ribeirinhas inteiras – reflete, em um ambiente ficcional, sobre os diversos ciclos migratórios que moldaram a cidade de Porto Velho, culminando com o ciclo das usinas hidrelétricas. A peça lança luz sobre as vozes não ouvidas nestes processos econômicos e evidencia a memória que se esvai nas águas velozes e violentas do rio. Quatro atores-narradores se revezam em mais de vinte personagens em uma trama construída sobre cem anos de história concentradas em uma.

A Beradera Companhia de Teatro surgiu em 2013 por ocasião da peça “Lete”, contemplada pelo Prêmio Funarte Myriam Muniz de Teatro 2012. Em 2015, a peça circulou por dez capitais através do projeto “Amazônia das Artes”, do Sesc Nacional.  A peça seguinte foi “Saga Beradera”, contemplada pelo Prêmio

Artista Maikon K inicia circuito de performances no Palco Giratório

Para início das performances do Festival, se apresentará nesta quarta-feira (12), o artista curitibano Maikon K, em uma dança-instalação representando ‘DNA de Dan’. Em versão curta, a performance possui 1h de duração, já em versão longa são cerca de 4h de intensa apresentação. A performance iniciará às 17h na Universidade Federal de Rondônia (UNIR), com classificação etária indicada para 16 anos. Os ingressos podem ser retirados uma hora antes do espetáculo mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível.

Maikon K trabalha nas fronteiras entre performance e dança, teatro e ritual. O foco de sua arte é o corpo como instaurador de realidades e os limites entre humano e não-humano. Há treze anos pesquisa a alteração da consciência através de práticas corporais e ritos. Entre suas obras estão “Guilhotina – musical xamânico-terrorista em uma sala de aula” (2008), “Corpo Ancestral” (2013) e “Terrário – dança privé num portal interdimensional” (2015). Em 2015, a performance “DNA de DAN” integrou a exposição “Terra Comunal: Marina Abramovic + MAI”.

DNA de DAN é uma dança-instalação de Maikon K. Num primeiro momento, o performer mantém-se imóvel enquanto uma substância seca sobre seu corpo. Após essa fase da experiência, ele se moverá. A ação acontece dentro de um ambiente inflável criado pelo artista Fernando Rosenbaum – o público poderá entrar nesse espaço e lá permanecer. Dan é a serpente ancestral africana, que dá origem a todas as formas. A partir desse arquétipo, Maikon K cria seu rito de passagem pelo corpo. A construção de outra pele, o ambiente artificial e a relação com o público são dispositivos para esta performance, na qual o corpo do artista passa por sucessivas transformações.

Palco Giratório traz Grupo Experiência Subterrânea no quarto dia de apresentações

O Festival Palco Giratório iniciou apresentações no último sábado (8), na praça Aluísio Ferreira, em Porto Velho. Na próxima terça-feira (11), o grupo Experiência Subterrânea trará o espetáculo Women’s, com duração de 50 minutos. A apresentação iniciará às 20h no Teatro 1 do Sesc, com classificação etária para 16 anos, os ingressos podem ser retirados uma hora antes do espetáculo mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível.
A história de Women’s fala sobre uma faxineira que trabalha em um necrotério e dialoga com seus fantasmas pessoais enquanto realiza suas tarefas cotidianas. Exaltada por vozes que escuta, começa a conversar sobre um suposto crime e seus vínculos familiares com um cadáver que espera autópsia, até que manipula este corpo dando vida aos diferentes personagens de sua vida recente. Adair, a faxineira, constrói uma relação de violência com o corpo que por momentos representa sua irmã. Women's visita o tema da morte e dos afetos a partir da exploração do risco físico que é experimentado na cena.

Fundado, em 1995, o Grupo Experiência Subterrânea, tem desenvolvido um rigoroso trabalho centrado nos limites do ator, essencialmente o risco físico na cena, o domínio emocional através de um treinamento baseado na atuação por estados emocionais e na experimentação com o espaço cênico, particularmente, com a cidade como Lugar. Em seus 21 anos de existência o grupo ganhou diversos prêmios nacionais, tem apresentado seus espetáculos em diferentes países da América Latina e esteve em contato com vários artistas para fomentar a formação de seus atores. Além de Women’s, o grupo possui no seu repertório os espetáculos Guardachuva, Mierda Bonita e Agatha.

Artista local traz espetáculo de formas animadas ao Festival Palco Giratório

Em 2017, o Festival Palco Giratório continuará com apresentações de artistas locais, visando enaltecer a cultura Porto-velhense, com isso, umas das artistas convidadas para esta edição trará o teatro de formas animadas lambe-lambe.
O espetáculo ‘A Leitura é uma Viagem’ iniciará às 19h na área de convivência do Sesc Esplanada e possui indicação livre para todos os públicos. Os ingressos podem ser retirados uma hora antes no local da apresentação, mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível.
O espetáculo tem duração de dois minutos e quinze segundos, e conta a história de um casal que se conhece, namora, casa na igreja, viaja em lua de mel para Paris, frequenta festas e vive o amor intensamente, até que a morte os separa. A apresentação promete levar o espectador a uma viagem junto com os personagens.
O teatro de modalidade Lambe-lambe, tem direção de Luciano Oliveira e se inseri no gênero teatral ‘formas animadas’, a atuação fica por conta da atriz bonequeira Vavá de Castro.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Oficinas do Festival Palco Giratório são iniciadas no Sesc


Uma das atividades mais esperadas do Palco Giratório são as oficinas realizadas no período de duração do projeto. Na terça-feira (11) iniciam as oficinas, a primeira será ministrada pela companhia Fuzuê, do Ceará, na quadra coberta do Sesc Esplanada, com horários de 08h às 11h e 13h às 16h.

As inscrições são gratuitas e limitadas para 20 participantes, podendo ser efetuadas através do SAC do Sesc no número 3229-6006, o tema da oficina será: corpo, imagem e sobrepeso. 

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Programação Palco Giratório 2017

O Palco Giratório se aproxima. Sábado dia 8 de julho a TRIBO DE ATUADORES ÓI NÓIS AQUI TRAVEIZ do Rio Grande do Sul apresentará Caliban - A tempestade de Augusto Boal baseada na obra de Shakespeare. A peça levanta uma crítica à colonização e atitude norte americana na América do Sul. A abertura acontece às 17h na praça Aluísio Ferreira, Av. Farquar. Abaixo segue a programação completa e link para baixar a agenda do evento em formato PDF. As sinopses e fichas técnicas de cada espetáculo e mais informações nos links no fim da página.

PROGRAMAÇÃO

ENTRADA NO TEATRO 1 SESC: 1 KG DE ALIMENTO NÃO PERECÍVEL*

DATA: 08/07 E 09/07
ESPETÁCULO: CALIBAN – A TEMPESTADE DE AUGUSTO BOAL
COMPANHIA / GRUPO: TRIBO DE ATUADORES ÓI NÓIS AQUI TRAVEIZ - RS
TEATRO DE RUA
INDICAÇÃO: LIVRE
LOCAL: PRAÇA ALUIZIO FERREIRA
HORA: 17H

DATA: 10/07
ESPETÁCULO: PALAFITA
COMPANHIA / GRUPO: FUZUÊ – CE
CIRCO
INDICAÇÃO: 12 ANOS
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
20H

DATA: 11/ 07
ESPETÁCULO: WOMEN’S
COMPANHIA / GRUPO: EXPERIÊNCIA SUBTERRÂNEA - SC
TEATRO ADULTO
INDICAÇÃO: 16 ANOS
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
20H

DATA: 12/ 07
ESPETÁCULO: LETE
COMPANHIA / GRUPO: BERADERA COMPANHIA DE TEATRO- RO
TEATRO ADULTO
INDICAÇÃO: 12 ANOS
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
20H

DATA:14/ 07
ESPETÁCULO: LEDORES NO BREU
COMPANHIA / GRUPO: CIA DO TIJOLO - SP
TEATRO ADULTO
INDICAÇÃO: 14 ANOS
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
20H

DATA: 15/ 07
ESPETÁCULO: RUÍNA DE ANJOS
COMPANHIA / GRUPO: A OUTRA COMPANHIA DE TEATRO - BA
TEATRO DE RUA
INDICAÇÃO: 16 ANOS
LOCAL: AV. 7 DE SETEMBRO (EM FRENTE AO FERROVIÁRIO)
HORA: 19H

DATA: 16/ 07
ESPETÁCULO: O QUE DE VOCÊ FICOU EM MIM
COMPANHIA / GRUPO: A OUTRA COMPANHIA DE TEATRO - BA
TEATRO ADULTO
INDICAÇÃO: 12 ANOS
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
20H

DATA: 17/ 07
ESPETÁCULO: OS MEQUETREFE
COMPANHIA / GRUPO: PARLAPATÕES - SP
CIRCO
INDICAÇÃO: LIVRE
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
20H

DATA: 18/ 07
ESPETÁCULO: CARANGUEJO OVERDRIVE
COMPANHIA / GRUPO: AQUELA CIA DE TEATRO - RJ
TEATRO ADULTO
INDICAÇÃO: 16 ANOS
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
20H

DATA: 19/ 07
ESPETÁCULO: À BEIRA DE...
COMPANHIA / GRUPO: SILVIA MOURA - CE
DANÇA
INDICAÇÃO: LIVRE
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
20H

DATA: 20/ 07
ESPETÁCULO: FINITA
COMPANHIA / GRUPO: DENISE STUTZ - RJ
DANÇA
INDICAÇÃO: 12 ANOS
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
20H

DATA: 21/ 07
ESPETÁCULO: O QUADRO DE TODOS JUNTOS
COMPANHIA / GRUPO: PIGMALIÃO ESCULTURA QUE MEXE - MG
TEATRO DE FORMAS ANIMADAS ADULTO
INDICAÇÃO: 18 ANOS
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
20H

DATA: 22/ 07
ESPETÁCULO: FUI
COMPANHIA / GRUPO: CIA SENHAS DE TEATRO - PR
TEATRO INFANTO JUVENIL
INDICAÇÃO: 12 ANOS
LOCAL: TEATRO 1 DO SESC ESPLANADA
HORA:
20H

DATA: 23/ 07
ESPETÁCULO: NINHOS PERFORMANCE PARA GRANDES PEQUENOS
COMPANHIA / GRUPO: BALANGANDANÇA CIA - SP
DANÇA INFANTO JUVENIL
INDICAÇÃO: LIVRE
LOCAL: ÁREA DE CONVIVÊNCIA SESC ESPLANADA
HORA:
17 H

DATA: 23/ 07
ESPETÁCULO: NA ESQUINA
COMPANHIA / GRUPO: COLETIVO NA ESQUINA - MG
CIRCO
INDICAÇÃO: LIVRE
LOCAL: PARQUE DA CIDADE
HORA:
19H

DATA: 24/ 07
ESPETÁCULO: ABRAZO
COMPANHIA / GRUPO: GRUPO DE TEATRO CLOWNS DE SHAKESPEARE - RN
TEATRO INFANTO JUVENIL
INDICAÇÃO: LIVRE
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
19H

DATA: 25/07
ESPETÁCULO: SOMOS TODAS MARIAS
COMPANHIA / GRUPO: GRUPO DE TEATRO E DANÇA EXPERIMENTAL CELEIRO CULTURAL
INDICAÇÃO: 14 ANOS
LOCAL: TEATRO 1 SESC
HORÁRIO: 20H
OBS: GRUPO CONVIDADO

DATA: 26/ 07
ESPETÁCULO: HAMLET – PROCESSO DE REVELAÇÃO
COMPANHIA / GRUPO: COLETIVO DE IRMÃOS GUIMARÃES - DF
TEATRO ADULTO
INDICAÇÃO: 12 ANOS
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
20H

DATA: 27/ 07
ESPETÁCULO: CINZAS AO SOLO
COMPANHIA / GRUPO: ALEXANDRE AMÉRICO - RN
DANÇA
INDICAÇÃO: LIVRE
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
HORA:
20H

*Os alimentos arrecadados serão destinados a instituições assistenciais cadastradas no Programa Mesa Brasil Sesc RO.

** o Teatro 1 Sesc tem capacidade para 250 lugares, entretanto poderá haver redução de assentos por razões técnicas relacionadas a cada apresentação.

*** Os ingressos (senha Sesc) estarão disponíveis 1 hora antes de cada apresentação.


INTERVENÇÃO URBANA

DATA: 10/07
INTERVENÇÃO URBANA: (IN) VISIBILIDADE
GRUPO/ARTISTA: RAFAEL BARROS- RO
LOCAL: AV. SETE DE SETEMBRO
INDICAÇÃO: LIVRE
HORA: 09H
OBS: ARTISTA CONVIDADO

DATA: 19/07
INTERVENÇÃO URBANA: MAIÊUTICA
GRUPO/ARTISTA: RAQUEL MUTZENBERG - MT
LOCAL: AV. JATUARANA
INDICAÇÃO: LIVRE
HORA: 17H

DATA: 20/07
INTERVENÇÃO URBANA: MAIÊUTICA
GRUPO/ARTISTA: RAQUEL MÜTZENBERG - MT
LOCAL: AV. JOSÉ AMADOR DOS REIS
INDICAÇÃO: LIVRE
HORA: 17H

DATA: 27/07
INTERVENÇÃO URBANA: DILÚVIO - MA
GRUPO: ECOPOÉTICA: ARTE E SUSTENTABILIDADE EM INTERVENÇÕES URBANAS – RS
LOCAL: AV. RAFAEL VAZ E SILVA COM GUANABARA
INDICAÇÃO: LIVRE
HORA: 10H

PERFORMANCE

DATA: 12/07
PERFORMANCE: DNA DE DAN
GRUPO/ARTISTA: MAIKON K - PR
LOCAL: UNIR
INDICAÇÃO: 16 ANOS
HORA: 17H

DATA: 12/07
PERFORMANCE: PELA PELE DA MULHER
GRUPO/ARTISTA: JAQUE LUCHESI - RO
LOCAL: AREA DE CONVIVENCIA SESC ESPLANADA
INDICAÇÃO: 14 ANOS
HORA: 19H30
OBS: ARTISTA CONVIDADA

DATA: 13/07
PERFORMANCE: DAS DORES
GRUPO/ARTISTA: TAIANE SALES - RO
LOCAL: TEATRO 1 SESC ESPLANADA
INDICAÇÃO: 16 ANOS
HORA: 20H
OBS: ARTISTA CONVIDADA


PROGRAMAÇÃO ESPECIAL | GRUPOS CONVIDADOS

TEATRANDO NAS PRAÇAS
GRUPO: EVOLUÇÃO – RO
ESPETÁCULO: JULIETA DE BELA FLOR
HORÁRIO: 17H

DATAS:

15/07 - Praça do Bairro Mariana
16/07 - Praça do bairro 4 de Janeiro
22/07 - Espaço do Conjunto Guaporé
23/07 - Praça do Bairro Cohab

ESPETÁCULOS DE FORMAS ANIMADAS LAMBE-LAMBE

DATA: 11/07, 21/07, 24/ 07
ESPETÁCULO: A LEITURA É UMA VIAGEM
COMPANHIA / GRUPO: TIA VAVÁ-RO
TEATRO DE FORMAS ANIMADAS LAMBE-LAMBE
INDICAÇÃO: LIVRE
LOCAL: AREA DE CONVIVENCIA SESC ESPLANADA
HORA:
19H
OBS: ARTISTA CONVIDADA


APRESENTAÇÕES NAS ESCOLAS

DATA: 18/07
ESPETÁCULO: ERA UMA VEZ JOÃO E MARIA E AINDA É
COMPANHIA / GRUPO: RUANTE - RO
TEATRO DE RUA
10 ANOS
LOCAL: ESCOLA FLORA CALHEIROS COTRIN
HORÁRIO: 10H
OBS: GRUPO CONVIDADO

DATA: 18/07
ESPETÁCULO: ERA UMA VEZ JOÃO E MARIA E AINDA É
COMPANHIA / GRUPO:  RUANTE – RO
TEATRO DE RUA
10 ANOS
LOCAL: ESCOLA DEIGMAR MORAES DE SOUZA
HORÁRIO: 16H
OBS: GRUPO CONVIDADO

APRESENTAÇÕES EM HOSPITAIS

DATA:24/07
ESPETÁCULO: FESTA DOS MEUS SONHOS
COMPANHIA / GRUPO: GRUPO DE TEATRO EVOLUÇÃO
INFANTIL
LOCAL: HOSPITAL COSME E DAMIÃO
HORA: 10H
OBS: GRUPO CONVIDADO

DATA: 24/07
ESPETÁCULO: FESTA DOS MEUS SONHOS
COMPANHIA / GRUPO:  GRUPO DE TEATRO EVOLUÇÃO
INFANTIL
LOCAL: HOSPITAL COSME E DAMIÃO
HORA: 16H
OBS: GRUPO CONVIDADO

DATA: 25/07
ESPETÁCULO: FESTA DOS MEUS SONHOS
COMPANHIA / GRUPO: GRUPO DE TEATRO EVOLUÇÃO
INFANTIL
LOCAL: HOSPITAL DE BASE
HORA: 10H
OBS: GRUPO CONVIDADO

DATA: 25/07
ESPETÁCULO: FESTA DOS MEUS SONHOS
COMPANHIA / GRUPO: GRUPO DE TEATRO EVOLUÇÃO
INFANTIL
LOCAL: HOSPITAL DE BASE
HORA: 16H
OBS: GRUPO CONVIDADO

APRESENTAÇÕES EM CASAS DE APOIO SOCIAL
DATA: 25/07
ESPETÁCULO: O TEMPO
COMPANHIA / GRUPO: TIA VAVÁ E SEUS BONECOS
TEATRO DE BONECOS
LOCAL: ENTIDADE DE ACOLHIMENTO CASA MORADIA
HORA: 10H
OBS: ARTISTA CONVIDADA

DATA: 25/07
ESPETÁCULO: O TEMPO
COMPANHIA / GRUPO: TIA VAVÁ E SEUS BONECOS
TEATRO DE BONECOS
LOCAL: PENITENCIÁRIA ESTADUAL FEMININA
HORA: 16H
OBS: ARTISTA CONVIDADA


OFICINAS

Inscrições gratuitas na Central de Atendimento Sesc Esplanada

DATA: 11/07
OFICINA DE CIRCO – CORPO, IMAGEM E SOBRE PESO – GRUPO FUZUÊ (CE)
LOCAL: QUADRA COBERTA - SESC ESPLANADA
HORA: 08h às 11h – 13h às 16h 
TOTAL DE VAGAS: 20 PARTICIPANTES

DATA: 13/07
OFICINA DE PERFORMANCE – CORPO ABISMO – PRATICAS DE PRESENÇA – MAIKON K (PR)
LOCAL: SALA DE DANÇA - SESC ESPLANADA
HORA: 09h às 12h – 14h às 17h
TOTAL DE VAGAS: 20 PARTICIPANTES

DATA: 19/07
OFICINA DE DANÇA – CORPO PRESENTE – DENISE STUTZ (RJ)
LOCAL: SALA DE DANÇA - SESC ESPLANADA
HORA: 08h às 11h – 13h às 16h
TOTAL DE VAGAS: 20 PARTICIPANTES

DATA: 25/07
OFICINA DE TEATRO “EXILIO EM CENA” – GRUPO DE TEATRO CLOWNS DE SHAKESPEARE (RN)
LOCAL: SALA DE DANÇA - SESC ESPLANADA
HORA: 08h às 11h – 13h às 16h
TOTAL DE VAGAS: 20 PARTICIPANTES

DATA: 26 /07
OFICINA DE DANÇA– MYO CLONUS: COMPARTILHAMENTO - ALEXANDRE AMÉRICO (RN)
LOCAL: SALA DE DANÇA - SESC ESPLANADA
HORA: 08h às 11h – 13h às 16h
TOTAL DE VAGAS: 20 PARTICIPANTES


PENSAMENTO GIRATÓRIO

É O ESPAÇO PARA REFLEXÃO E DISCUSSÃO SOBRE TEMAS DIRETAMENTE RELACIONADOS AOS ESPETÁCULOS APRESENTADOS E AOS PROCESSOS CRIATIVOS DOS GRUPOS ENVOLVIDOS E CONVIDADOS, PROMOVENDO O INTERCÂMBIO ENTRE A PLATEIA, A CLASSE ARTÍSTICA LOCAL, AGREGANDO EXPERIÊNCIAS QUE ESTIMULAM O FORTALECIMENTO DE PRÁTICAS, ESTUDOS E PESQUISAS NO PANORAMA DAS ARTES CÊNICAS EM NOSSO PAÍS.

PROGRAMAÇÃO

DATA: 10/07
PENSAMENTO GIRATÓRIO COM O GRUPO TRIBO DE ATUADORES ÓI NÓIS AQUI TRAVEIZ - (RS)
LOCAL: UNIR Centro
HORA: 09H AS 11H
MEDIAÇÃO: PROF.º ME. ADAILTOM ALVES TEIXEIRA

DATA: 18/07
PENSAMENTO GIRATÓRIO COM SILVIA MOURA (CE)
LOCAL: UNIR Centro
HORA: 09H AS 11H
MEDIAÇÃO: PROF.º DR. LUIZ DANIEL LERRO


PALESTRA

TÍTULO: P= f (s,t): PERFORMANCE, DEFINIÇÕES, RÓTULOS E CONCEITOS
DATA: 14/07
HORÁRIO: 15H AS 17H
LOCAL: UNIR CENTRO
ARTISTA: PROF. DR. LUIZ LERRO – UNIR

SINOPSE: PALESTRA QUE ABORDA TEMAS ESPECÍFICOS SOBRE OS ESTUDOS DA PERFORMANCE ENQUANTO MODALIDADE ARTÍSTICA. HISTÓRIA DA PERFORMANCE, PRÁTICAS E CONCEITOS PERFORMÁTICOS. MODOS DE MANIPULAR O CORPO DO PERFORMER E DE TRANSFORMAR O ESPAÇO PELO PERFORMER.
PÚBLICO ALVO: ATORES E ATRIZES; DANÇARINOS E DANÇARINAS; ARTE-EDUCADORES INTERESSADOS NA LINGUAGEM DAS POÉTICAS PERFORMATIVAS.
INDICAÇÃO: 18 ANOS (INDICADO PARA MAIORES DE 18 ANOS).

SEMINÁRIO PALCO GIRATÓRIO 20 ANOS

Dia 27 de julho de 2017
15h às 17h30

MESA 1 - PALCO GIRATÓRIO: 20 ANOS DE PROJETO X 10 ANOS DE FESTIVAL EM RONDÔNIA

A PROPOSTA A SER DISCUTIDA NESSA MESA É A RELEVANCIA DO PROJETO PALCO GIRATÓRIO PARA O FORTALECIMENTO DAS ARTES CÊNICAS NO BRASIL, COMO SE DEU O PROCESSO DE INICIO DESSE PROJETO, COMO O PROJETO VEM SE TRANSFORMANDO E SE APRIMORANDO AO LONGO DOS ANOS E A IMPORTANCIA E CONQUISTA DO PALCO GIRATÓRIO COMO FESTIVAL NO ESTADO DE RONDONIA.

CONVIDADOS:
ÁLVARO FERNANDES (SESC/PB)
MARIÂNGELA ONOFRE
VICENTE PEREIRA JUNIOR (SESC/DN)

MEDIAÇÃO: 
MARYA BRAGA (SESC/RO)


Dia 28 de Julho de 2017
09h às 11h30

MESA 2 – DRAMATURGIA NA AMAZÔNIA: MIGRAÇÕES E CONTÁGIOS – DIÁLOGOS (INTER) (TRANS) CULTURAIS

A PROPOSTA A SER DISCUTIDA NESSA MESA É PROPOR UM DEBATE SOBRE UMA AMAZÔNIA REFÚGIO - MARCADA POR TRÂNSITOS, DESLOCAMENTOS, FLUXOS MIGRATÓRIOS, EXPLORAÇÃO - E SUAS APROXIMAÇÕES E CONTRADIÇÕES COM A TENDÊNCIA GLOBAL DE DESLOCAMENTOS DE REFUGIADOS QUE DENUNCIAM A GRANDE CRISE DO SÉCULO.

CONVIDADOS:
CONRADO DESS (PERFORMATRON/SP)
FABIANO BARROS (SESC/RO)
JUNIOR LOPES (UNIR/RO)

MEDIAÇÃO: 
GENÁRIO DUNAS (SESC/AP)


Dia 28 de Julho de 2017
15h às 17h30

MESA 3 – DIÁLOGOS E INTERAÇÕES COM ARTISTAS, GRUPOS E PÚBLICOS: ABRINDO AS CORTINAS DE RONDÔNIA PARA O BRASIL

A PROPOSTA A SER DISCUTIA NESSA MESA É PROPORCIONAR AOS ARTISTAS QUE JÁ CIRCULARAM PELO PALCO GIRATÓRIO UM ESPAÇO DE FALA, ONDE POSSAM RELATAR A SUA EXPERIENCIA, APONTAR PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS, DESTACAR O IMPACTO QUE ESSA CIRCULAÇÃO CAUSOU, ALÉM DE SER UM ESPAÇO PARA PENSAR NA CONTINUIDADE DO GRUPO APÓS A PARTICIPAÇÃO NO PROJETO.

CONVIDADOS:
BIRA LOURENÇO (O IMAGINÁRIO/RO)
GISELE STERING E EULES LYCAON (BOI DE PIRANHA/RO)
RODRIGO VRECH, CLAUDIO ZARCO, ANDRESSA SILVA, ELIZEU BRAGA E RAONI AMARAL (BERADERA COMPANHIA DE TEATRO/RO) - PARTICIPAÇÃO VIA VIDEO

MEDIAÇÃO: 
EDNEA MARIA BARBOSA DE SOUZA (SESC/GO)


Dia 29 de Julho de 2017
15h às 17h30

MESA 4 – MEDIAÇÃO CÊNICA: SENSIBILIZAÇÃO DOS ESPECTADORES PARA A ARTE CONTEMPORÂNEA

A PROPOSTA A SER DISCUTIDA NESSA MESA É PENSAR COMO A ARTE CÊNICA CONTEMPORANEA É MUITAS VEZES (IN) COMPREENDIDA PELO GRANDE PUBLICO, E DE QUE FORMA PODEMOS ATUAR NA MEDIAÇÃO DESSAS OBRAS ARTISTICAS, APROXIMANDO OS ESPECTADORES DE NOVAS FORMAS DE FAZER E PENSAR ARTE NA CONTEMPORANEIDADE.

CONVIDADOS:
ISABEL PENONI (CIA MARGINAL / RJ)
NEY WENDELL (UNIVERSITÉ DU QUÉBEC À MONTREAL-UQAM / CANADÁ)
RITA AQUINO (UFBA/BA)

MEDIAÇÃO: 
GENÁRIO DUNAS (SESC/AP)

Dia 29 de Julho de 2017
19h às 21h30

MESA 5 – ESCUTAÇÃO: PROCESSOS DE CURADORIA DO SESC NO BRASIL

A PROPOSTA A SER DISCUTIDA NESSA MESA SÃO AS FORMAS DE SELEÇÃO E INDICAÇÃO DE ESPETÁCULOS PARA A CURADORIA DOS PROJETOS NACIONAIS DO SESC, ABRINDO UM ESPAÇO DE DIÁLOGO E INTERAÇÃO COM TODOS OS INTERESSADOS E PENSANDO FORMAS DE APROXIMAR O SESC DOS AGENTES CULTURAIS. TODOS OS PRESENTES PODERÃO SE MANIFESTAR E OS CONVIDADOS ESTARÃO A DISPOSIÇÃO PARA ESCLARECER A RESPEITO DAS QUESTÕES QUE SURGIREM.

CONVIDADOS:
ÁLVARO FERNANDES (SESC/PB)
EDNEA MARIA BARBOSA DE SOUZA (SESC/GO)
GENÁRIO DUNAS (SESC/AP)
MARYA BRAGA (SESC/RO)
VICENTE PEREIRA JUNIOR (SESC/DN)

MEDIAÇÃO: 
ANDRESSA BATISTA (SESC/RO)



CIRCULAÇÃO ESTADUAL

ESPETÁCULO: LETE
COMPANHIA / GRUPO: BERADERA COMPANHIA DE TEATRO (RO)
TEATRO ADULTO
INDICAÇÃO: 12 ANOS

DATAS:
10/07 - NOVA MAMORÉ
13/07 - ARIQUEMES
15/07 - PRESIDENTE MÉDICI
17/07 – VILHENA


MOSTRA PALCO GIRATÓRIO JI-PARANÁ


PROGRAMAÇÃO

ENTRADA PARA O TEATRO DOMINGUINHOS: 1 KG DE ALIMENTO NÃO PERECÍVEL*

DATA: 11/07
ESPETÁCULO: CALIBAN – A TEMPESTADE DE AUGUSTO BOAL
COMPANHIA / GRUPO: TRIBO DE ATUADORES ÓI NÓIS AQUI TRAVEIZ - RS
TEATRO DE RUA
INDICAÇÃO: LIVRE
LOCAL: PRAÇA TEATRO DOMINGUINHOS
HORA: 17H

DATA:12/ 07
ESPETÁCULO: LEDORES NO BREU
COMPANHIA / GRUPO: CIA DO TIJOLO - SP
TEATRO ADULTO
INDICAÇÃO: 14 ANOS
LOCAL: TEATRO DOMINGUINHOS
HORA:
20H

DATA: 13/ 07
ESPETÁCULO: PALAFITA
COMPANHIA / GRUPO: FUZUÊ – CE
CIRCO
INDICAÇÃO: 12 ANOS
LOCAL: TEATRO DOMINGUINHOS
HORA:
20H

DATA: 14/07
ESPETÁCULO: SAGA BERADERA
COMPANHIA / GRUPO: BERADERA - RO
TEATRO ADULTO
INDICAÇÃO: 12 ANOS
LOCAL: TEATRO DOMINGUINHOS
HORA:
20H

DATA: 15/07
ESPETÁCULO: SOMOS TODAS MARIAS
COMPANHIA / GRUPO: GRUPO DE TEATRO E DANÇA EXPERIMENTAL CELEIRO CULTURAL
TEATRO
INDICAÇÃO: 14 ANOS
LOCAL: TEATRO DOMINGUINHOS
HORÁRIO: 20H
OBS: GRUPO CONVIDADO

DATA: 16/07
ESPETÁCULO: ERA UMA VEZ JOÃO E MARIA E AINDA É
COMPANHIA / GRUPO:  RUANTE – RO
TEATRO DE RUA
10 ANOS
LOCAL: PRAÇA DOMINGUINHOS
HORÁRIO: 19H
OBS: GRUPO CONVIDADO

*Os alimentos arrecadados serão destinados a instituições assistenciais cadastradas no Programa Mesa Brasil Sesc RO.



EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA “DÁGUA E LAMA” da Fotografa Michelle Saraiva

A instalações fotográficas resultado de pesquisa imagética na comunidade Santa Luzia, distrito portovelhense situada às margens do Rio Madeira, imergindo de forma cautelosa e uníssona no cotidiano dos moradores da beira do rio, conhecidos como: “Ribeirinhos” ou “Beradeiros”.  Um recorte do condicionamento do movimento, através de um espelho que reflete a ânsia o desejo e angustia do corpo “beradeiro” na sua contemporaneidade.

PERÍODO DE EXPOSIÇÃO: 11 A 29 DE JULHO
LOCAL: ÁREA DE CONVIVÊNCIA SESC ESPLANADA

+Infs.:
Sesc/RO:
Geral (69)3229-6006 / ramais Cultura 238/239/220/208
Comunicação Sesc:
Moisés S. Costa - (69)9.9232-4644 / Whatsapp 9.9958-7828
Produção Palco Giratório:
Geral (69)3229-6006 ramais 238/239 – Cels. 9.9281-3640 / 9.9257-4411 / 9.9201-0658 / 9.9252-0515
Programação com mais informações na fanpage:
Outras informações no Blog
Site nacional


Locais de contato Sesc em Rondônia

PORTO VELHO 
Sesc Esplanada - Rua Presidente Dutra, 4175 – Olaria - Tel. (69) 3229-6006
Sesc Centro - Av. Presidente Dutra, 2765 – Centro - Tel. (69) 3221-2023 / 3221-2062
Sesc Campestre - BR 364, Km 12 - Saída p/ Cuiabá - Tel. (69) 3225-0330
ARIQUEMES
Sesc - Rua Tancredo Neves, 3998 - Setor Institucional - Tel. (69) 3535-2528 
JI-PARANÁ
Sesc - Av. Dois de Abril, 2030 - Dois de Abril - Tel. (69) 3421-1560
NOVA MAMORÉ
Sesc - Rua 12 de outubro, 4042 - Novo Horizonte - Tel. (69) 3544-2424
PRESIDENTE MÉDICI
Sesc - Rua Santos Dumont, 3665 - Lino Alves Teixeira - Tel. (69) 3471-1111
VILHENA

Sesc - Av. Sabino Bezerra de Queiroz, 3625 - Setor Jd. América - Tel. (69) 3321-2088

Postagens populares (5 mais recentes)