sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Idosos tem uma semana de atividades especiais no Sesc



Em comemoração aos 70 anos de implantação do Sesc no Brasil e 25 anos de Trabalho Social com os Idosos (TSI) em Rondônia, o Sistema Fecomércio por meio do Sesc promoverá o projeto Semana do Idoso, que terá uma semana de atividades esportivas, culturais e recreativas aos idosos do Grupo da 3ª idade e convidados. A programação terá início no dia 25 de setembro, e contará com uma mobilização para incentivar a prática de atividades físicas aos detentores da Terceira idade, promovendo assim um envelhecimento saudável. A ação está prevista para às 16h, no Espaço Alternativo com apresentação dos integrantes da oficina do movimento do Sesc.

O objetivo do projeto Semana do Idoso é fomentar e potencializar a participação da pessoa idosa e integrá-las nas diversas atividades oferecidas, as quais proporcionam motivação, vivência comunitária e troca de experiências com idosos de todo o Estado de Rondônia. De acordo com o Presidente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac-IFPE, a Semana do Idoso conta com a participação de 1mil idosos. “Atualmente fazem parte do grupo da 3ª idade do Sesc cerca de 430 pessoas. Eles já participam de atividades em grupo diariamente. A Semana do idoso é uma oportunidade de estendermos a ação ao público de toda comunidade rondoniense.  Nossas atividades nestes 7 dias serão todas adaptadas e assistidas por profissionais com o cuidado e carinho que o idoso merece. Procure a coordenação de assistência do Sesc para poder participar do projeto, pois você idoso é o nosso convidado de honra”. Ressaltou Raniery Araujo Coelho.

A programação inclui missa em ação de graças, apresentações artísticas, musicais, campeonatos esportivos, oficinas, massagem, dança, palestras, gincanas, sessões de embelezamento, além de atividades de educação e saúde, que englobam aferição de pressão arterial e testes de glicemia. As atividades se encerram no dia 1 de outubro, com a parceria da Pastoral da Pessoa Idosa, Grupo Executivo de Assistência Patronal (GEAP), Governo do Estado e da Prefeitura de Porto Velho. O desfecho das ações se dará com uma animada caminhada que sairá da praça Aluísio Ferreira com destino ao Sesc, finalizando com muita música e dança.


Reta final do maior festival de teatro da região norte, Palco Giratório

Falta pouco para encerrar o Festival Palco Giratório. O último espetáculo "Why the horse" (Por que o cavalo?), acontece nos dias 24 e 25 de setembro no Sesc Esplanada tem a participação da atriz e diva do teatro brasileiro, Maria Alice Vergueiro, homenageada nacionalmente pelo Sesc através do projeto Palco Giratório.
Maria Alice Vergueiro interpreta própria morte em "Why the horse?" 


Homenagem à Maria Alice Vergueiro 
 
Além de atriz, Maria Alice Vergueiro é pedagoga e professora. Ela integrou o Teatro Oficina, participou de suas montagens mais radicais (O Rei da Vela), fundou o irreverente grupo Ornitorrinco (com Cacá Rosset), interpretou as principais peças de Brecht (Mãe Coragem) e fez um extraordinário Beckett (Katastrophé, 1986), elogiado por críticos do porte de Alfredo Mesquita (1907-1986), que classificou sua atuação na peça de “espantosa”. “Sua história se confunde com a própria história do moderno teatro brasileiro. Ela é, sem dúvida, um dos grandes nomes das artes cênicas nacional e nada mais justo que prestarmos a nossa homenagem e reconhecimento”, reforça Márcia Rodrigues. 
 
Após, seis meses no hospital, instigada pelo tema da morte e reconhecendo seu próprio e natural receio diante do fim, Maria Alice Vergueiro convocou seus parceiros de grupo Pândega de Teatro para a criação de um espetáculo em que pudesse ensaiar seu derradeiro momento. Surgiu, então, o “Why The Horse?” nos palcos.  “Mas o que eu acho interessante é que, mesmo quando eu estou lá no velório, eu não fico propriamente querendo imitar a morta. Eu gosto de me tornar acessível às pessoas que vão me ver, que vão perto, que às vezes cantam músicas no meu ouvido”, revela Vergueiro. 
 
Em 2006, Maria Alice ganhou destaque após o vídeo Tapa Na Pantera ter mais de 6 milhões de visualizações no YouTube (Tapa na Pantera). No curta, ela retrata a história de uma senhora que fuma maconha há 30 anos e nunca ficou viciada. 
 




quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Palco Giratório programação tripla

Nesta quinta-feira, 22 de setembro, tem Intervenção Urbana às 17h, na avenida jatuarana, espetáculo "Pobre de marré" às 19h, no teatro Banzeiros e no Teatro 1 às 20h uma fábula dramática "A Gigantea". 




Está com dúvida qual assistir?


Basta organizar a agenda. 
Nós estaremos te esperando ;) 




Festival Palco Giratório é uma realização do Fecomércio Rondônia Sesc/Senac/IFPE. Acompanhe toda programação do Festival pelo Facebook: Palco Giratório RO, Instagram (@sescro) e ainda pelo site Fecomércio: fecomercio-ro

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Festival Palco Giratório desenvolve intervenção urbana “Experimentos Gramíneos” em avenida movimentada de Porto Velho

Foto: Marcio Lima
Atriz sergipana, Maicyra Leão, chega a Porto Velho para desenvolver ações performáticas na avenida 7 de setembro e Jatuarana. A intervenção urbana é intitulada “Experimento Gramíneos” acontecerá no dia 21 e 22 de setembro, às 17h. 

A performance acontece com uma pessoa vestida com roupa construída a partir de pedaços de grama artificial, desloca-se por ruas, com um regador de água, realizando um trajeto moldado pela interação com o público passante. A atuação parte de um estímulo inicial bem simples, dialogando com elementos da cultura popular e da cultura pop, e alcança espaços subjetivos inusitados, ganhando intensidade e conquistado pelo contato. 

Desde 2005, Maicyra Leão desenvolve ações performáticas em espaços públicos, produzindo reflexão teórica a partir dessa experiência. Pelo viés da intervenção urbana e em consonância com práticas artísticas liminares, também desenvolve projetos colaborativos articulando modos alternativos de produção, criação e recepção. Atualmente, se dedica a transversalidades entre dimensões sociais, artísticas e íntimas. É doutora e professora do curso de Teatro da Universidade Federal de Sergipe.

Intervenção Urbana faz parte da programação do Palco Giratório com a finalidade de alertar sobre as causas sociais, políticas e ambientais. A ideia é desenvolver em um espaço público para atingir o maior número de pessoas possíveis com a mensagem.

Além da intervenção o projeto inclui também Pensamento Giratório que se trata de um espaço para reflexão e discussão sobre temas diretamente relacionados aos processos criativos dos grupos envolvidos e convidados, promovendo um intercâmbio. Agregando experiências que estimulam o fortalecimento de práticas, estudos e pesquisa. No dia 23 de setembro, de 10h às 12h, no Sesc Esplanada a Cia Les Trois do Rio de Janeiro estará participando desta roda de conversa, e a partir das 15h, na Unir Centro, será a vez do grupo Pândega de Teatro de São Paulo. O Pensamento Giratório é gratuito. 


Espetáculo 'Jacy' será apresentado no Palco Giratório desta quarta, 21

Hoje no Sesc Esplanada o espetáculo “Jacy” do grupo Carmim do Rio Grande do Norte, às 19h. O espetáculo, narra a história de uma mulher chamada Jacy, que viveu em Natal durante a Segunda Guerra Mundial, mudou-se para o Rio de Janeiro durante um tempo e retornou, morrendo sozinha na capital potiguar aos 90 anos de idade. A peça é baseada em fatos reais de uma mulher que atravessou a guerra.

Festival Palco Giratório é uma realização do Fecomércio Rondônia Sesc/Senac/IFPE. Acompanhe toda programação do Festival pelo Facebook: Palco Giratório RO, Instagram (@sescro) e ainda pelo site Fecomércio: fecomercio-ro

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Sesc contrata para a área de cultura

O Sesc abriu processo para contratações no setor de cultura. Edital e anexos no link http://sescro.blogspot.com.br/p/processo-seletivo.html

 Clique na imagem para acessa a página de processos seletivos.
Clique na imagem para acessar a página de processos seletivos

Espetáculo Jacy terá recursos de audiodescrição e Libras nesta quarta-feira no Palco Giratório

Foto: Vlademir Alexandre
O Palco Giratório, reconhecido no cenário cultural brasileiro como um importante projeto de difusão e intercâmbio das Artes Cênicas, intensifica a formação de plateias a partir da circulação de espetáculos dos mais variados gêneros. Este ano, Florianópolis (SC), Paraty (RJ), Manaus (AM) e Porto Velho (RO) receberão o espetáculo “JACY”, do Grupo Carmin de Teatro (RN), com recursos de acessibilidade comunicacional, audiodescrição e Libras da VouVer Acessibilidade.

O serviço de audiodescrição é realizado por um profissional capacitado e consiste numa técnica de tradução intersemiótica que tem por objetivo transformar o que é visto em palavras por meio de uma descrição objetiva dos elementos visuais, preferencialmente nos intervalos silenciosos da cena. Além do audiodescritor, responsável por elaborar o roteiro e realizar a narração durante a apresentação do espetáculo, temos na equipe de preparação um consultor com deficiência visual, responsável por ajudar e validar as escolhas tradutórias realizadas. No dia da apresentação acessível, o audiodescritor ficará na cabine do teatro, e o público-alvo da audiodescrição receberá equipamentos receptores e fones de ouvidos para recepção da audiodescrição. Serão distribuídos 30 equipamentos.

Já o serviço de interpretação/tradução em libras é realizado por um intérprete que domina o sistema de sinas da Libras (Língua Brasileira de sinais). Os sinais originam-se da combinação entre a forma, o movimento das mãos e do ponto no corpo ou no espaço onde esses sinais são feitos. Durante o espetáculo, o intérprete, normalmente, fica na lateral do palco.

O espetáculo contemplado com o serviço é “Jacy” do grupo Carmim do Rio Grande do Norte, que se apresenta às 19h, no Teatro 1 do Sesc Esplanada. O espetáculo, narra a história de uma mulher chamada Jacy, que viveu em Natal durante a Segunda Guerra Mundial, mudou-se para o Rio de Janeiro durante um tempo e retornou, morrendo sozinha na capital potiguar aos 90 anos de idade. A peça é baseada em fatos reais de uma mulher que atravessou a guerra.

Na quarta também terá às 20h, no Espaço Cultural Tapiri, localizado na rua Franklin Tavares, 1353, no bairro pedrinhas a apresentação do espetáculo “Pequenas Violências,-Silenciosas e cotidiana” da CIA Stravaganza do Rio Grande do Sul.  O espetáculo relata um fato corriqueiro e aparentemente sem maior gravidade: um atropelamento no qual não há vítimas fatais.


O Palco Giratório está semana entra em reta final, haverá ainda apresentação de quatro espetáculos, uma oficina, duas intervenções e dois pensamentos giratórios (mesa redonda). Detalhes e programação diária no blog: sescro.blogspot.com.br, instagram: SescRO, Facebook: PalcoGiratório RO e site da Fecomércio RO. 

EDUCAÇÃO 360: DIÁLOGOS SOBRE EDUCAÇÃO


Pessoas que vivenciam e pensam a educação sob diferentes e novos pontos de vistas estarão reunidas na Escola Sesc de Ensino Médio, no Rio de Janeiro, dias 23 e 24 de setembro, para a terceira edição do Educação 360. O evento, promovido pelos jornais O Globo e Extra, em parceria com o Sesc e a Prefeitura do Rio, contará com participação de renomados especialistas e apresentação de experiências inovadoras. 

Entre os convidados do encontro estão o sociólogo francês Michel Maffesoli, considerado um dos maiores especialistas na pós-modernidadade; a secretária-executiva do Ministério da Educação, Maria Helena Guimarães; o reitor honorário da Universidade de Lisboa e professor catedrático do Instituto de Educação da universidade, Antônio Nóvoa,; e o pesquisador espanhol Manuel Castells, professor emérito da Universidade do Sul da Califórnia e da Universidade da Califórnia, com mais de 25 livros publicados. 

Nas mesas de debates serão apresentados mais de 20 estudos de caso, como o ‘Alfabetização Emocional’, desenvolvido e aplicado com sucesso na Itália, e agora replicado no Vidigal, no Rio, e o ‘Coletivo Escola do Amazonas’, que surgiu a partir de um grupo de pais em busca de uma educação de qualidade para seus filhos. O Sesc apresentará dois estudos, um na mesa Tecnologia e Inovação, com o tema ‘Escola Sesc de Ensino Médio e Ensino Híbrido’, que abordará a integração entre aulas presenciais e ambientes virtuais de aprendizagem; e outro na mesa Currículo e Avaliação, sobre a experiência do Colégio Sesc Teófilo Otoni, localizado em Minas Gerais, que atende alunos do ensino médio em regime integral. 

Para discutir estes e outros importantes estudos, as mesas contarão com nomes como José Pacheco, Ricardo Paes de Barros, Danilo Miranda, Cesar Calegari, Eduardo Deschamps, Lea Fagundes, entre outros. As mediações serão feitas pelo colunista do Globo e presidente da Associação de Jornalistas de Educação, Antonio Góis, e pelo diretor de Redação do jornal Extra, Octavio Guedes. 

As conferências e as sete mesas de debate terão transmissão ao vivo pelo link: www.sesc.com.br/educacao360. O calendário de atividades e a programação completa está disponível em: http://eventos.oglobo.globo.com/educacao-360/2016/. 


PCG - Programa de Comprometimento e Gratuidade 2017

Já estão disponíveis o Edital e anexos do processo de seleção PCG para 2017 no Sesc. Para acessar basta clicar no figura abaixo.

Clique na figura para acessar os arquivos.
Esclarecimento de dúvidas somente no Sesc Escola pelo fone (69)3229-6006 ramais 243 e 244 ou na Rua Tabajara (anexo ao Sesc Esplanada), 4175 - Olaria - Porto Velho/RO.

OraMortem no Sesc esplanada nesta terça-feira


Faltam 5 dias para encerrar o Palco Giratório. E nesta terça-feira (20), o espetáculo é oriundo de um estado vizinho Mato Grosso “OraMortem” do grupo In-Próprio Coletivo.  A peça é baseada em um momento inesperado, um delírio disparado no encontro da Velha com o Menino. Serão dois personagens encenando um drama.

Vale a pena conferir ;)

Festival Palco Giratório é uma realização do Fecomércio Rondônia Sesc/Senac/IFPE. Acompanhe toda programação do Festival pelo Facebook: Palco Giratório RO, Instagram (@sescro) e ainda pelo site Fecomércio: fecomercio-ro

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Palco Giratório realiza oficinas de aperfeiçoamento em teatro

O Festival Palco Giratório traz a Rondônia, neste mês de setembro, a realização de oficinas de teatro para quem quer aprender ou agregar conhecimentos na arte de interpretação e montagem de peças teatrais. O evento é promovido pelo Sistema Fecomércio por meio do Sesc, oferecendo uma vasta apresentação de espetáculos gratuitos. “Como parte da programação, as oficinas vêm proporcionar o intercâmbio de experiências entre atores regionais, iniciantes e grupos de outros estados”, destaca o presidente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac-IFPE em Rondônia, Raniery Coelho. 

Para participar é preciso ter pelo menos 12 anos de idade e fazer a inscrição na central de atendimento do Sesc Centro ou Esplanada, portando um documento pessoal. Uma oportunidade de aperfeiçoamento para os amantes do teatro acontecerá nos dias 19 e 20, das 9h às 12h, no Sesc Esplanada, com a oficina “Da cidade a Cena”, do Teatro Carmim (RN). A ideia é que os participantes possam ter uma vivência do processo de criação do grupo e suas práticas de criação de personagens e dramaturgia, tendo como ponto de partida a observação de pessoas em situações reais. 

Utilizando técnicas desenvolvidas em cordas de alpinismo o grupo Nau de Icaros (SP), propiciará uma introdução às técnicas corporais de suspensão relacionadas ao “Circo Jovem e adultos”. A oficina será ministrada no dia 20, na associação cultural Tapiri, das 9h às 12h e no período da tarde das 14h às 17h.  Nesses mesmos horários, no dia 24, também no Tapiri, será apresentada a “Oficina de Teatro Gestoral de Animação” pelo o grupo Les Trois Clés (RJ). 

No dia 6 deste mês foi desenvolvida, no Tapiri, a oficina “Interpretação Autoral”. Foram compartilhadas as técnicas de criação dos textos dramáticos e personagens do Teatro de Açúcar (DF), que fundamenta o processo de dramaturgia na criação por meio de improvisações. Com a oficina “Musicalização para atores e não-atores” ministrada pelo grupo Pão Doce de Teatro (RN), no dia 09, o público presente na Unir Centro experimentou alguns dos procedimentos de criação dramatúrgica não textual e o estado de improvisação, voltados ao universo da música como complemento para o fazer teatral.

Toda a programação do Festival está disponível na fanpage no Facebook: Palco Giratório RO, Instangram (@sescro) e pelo site Fecomércio: fecomércio-ro.

Jornalista: Crisbele de Sousa 

'A.N.J.O.S': novo espetáculo infantil da Nau de Ícaros chega a Porto Velho


Quem não gosta de algo que nos faz remeter a infância. Histórias, contos, dança, tanto faz, ser criança é bom d+! Hoje o Palco giratório traz a Porto Velho o espetáculo A.N.J.O.S da CIA Cênica Nau de Ícaros de São Paulo, são 24 anos de trabalho no Brasil e a primeira vez em Porto Velho.

A.N.J.O.S é um espetáculo mágico cheio de doçura em seu enredo e conta a história de Nuno e seus amigos em busca de algo que perdeu em uma aventura mágica. 

Festival Palco Giratório é uma realização do Fecomércio Rondônia Sesc/Senac/IFPE. Acompanhe toda programação do Festival pelo Facebook: Palco Giratório RO, Instagram (@sescro) e ainda pelo site Fecomércio: fecomercio-ro

Postagens populares (5 mais recentes)