terça-feira, 19 de abril de 2016

Solo de concepção colaborativa Direção Múltipla, da bailarina catarinense Daniela Alves, será realizado em Porto Velho

Foto: Divulgação Direção Múltipla
Projeto contará com apresentações e oficinas práticas em cinco cidades da região norte entre os meses de abril a agosto
A bailarina Daniela Alves, de Florianópolis, se prepara para levar seu primeiro trabalho solo, Direção Múltipla, para cinco cidades da região Norte do Brasil. A primeira cidade contemplada com o espetáculo foi Rio Branco onde o espetáculo foi realizado nos dias 15 e 16 de abril. Após o sucesso no estado vizinho chega a vez de Rondônia, no dia 21 e 22 de abril, Daniele Alves se apresenta no Teatro 1 do Sesc Esplanada, às 20h, com entrada gratuita. Esta será a primeira turnê do espetáculo, que estreou com seis apresentações em Florianópolis.

Direção Múltipla é um trabalho multi colaborativo concebido com a ajuda de uma ferramenta online chamada Direção Múltipla Virtual, utilizada de 2013 a 2014, onde a bailarina postava vídeos e contavacom a intervenção de um grupo de mais de 200 participantes voluntários. A interação acontecia por meio de comentários, perguntas e sugestões acerca do experimento, que foram aproveitados e transformados em movimentos físicos para criar e gerar novos vídeos, ou seja, novas formas de dançar dentro do projeto, até a construção de uma dramaturgia singular que sustente um solo.

"O Direção Múltipla é um retorno à dança, e emergiu da estagnação provocada por uma série de tensões da vida. Depois de quase cinco anos longe dos palcos, o trabalho surgiu mesmo como ação emergencial. O corpo tinha necessidade de reinventar fisicamente suas próprias problemáticas, e tinha que ser fazendo uma dança", destaca Daniela.

O projeto e cada um de seus experimentos têm como ponto de partida exatamente o corpo, e não temas previamente estabelecidos ou assuntos específicos a serem abordados. A partir dos movimentos, cria-se a relação com o público, que por meio da ferramenta deixa de ser apenas espectador para ser membro atuante da criação. "O resultado deste processo é um trabalho que fala de resistência para lidar com forças opostas sem estagnar, uma resistência que não preza por ir contra, mas que tenta encontrar brechas dentro do estado de tensão para que haja fluidez, por meio de flexibilidade. Para resistir, é preciso se mover, é preciso ceder, assumir breves desistências, mas nunca desistir", descreve a bailarina.

Oficina demonstrativa

Além das apresentações do solo, Daniela Alves irá ministrar pela primeira vez uma série de oficinas teórico-práticas em torno dos conceitos abordados pelo Direção Múltipla. As oficinas têm quatro horas de duração, são gratuitas e ocorrerá no dia 23 de abril, das 9h às 13h no Teatro 1 do Sesc Esplanada. 

Fonte: Daniela Alves

7 comentários:

  1. o espetáculo é gratuito no Sesc porto velho?

    ResponderExcluir
  2. Bom Dia Niedja!

    O espetáculo e oficina, ambos são gratuitos.

    ResponderExcluir
  3. Até quando as inscrições para as Oficinas?

    ResponderExcluir
  4. Até quando as inscrições para as Oficinas?

    ResponderExcluir
  5. O prazo foi até o dia 13 de abril, mas eventualmente acontecem desistências ou sobram vagas antes da oficina começar. Entre em contato com a coordenação do Múltipla Direção pelo 8111-5157 para verificar ok. Abraços.

    ResponderExcluir

O blog do Sesc Rondônia tem por prioridade divulgar as ações e processos da instituição dando respostas a respeito da programação de eventos e outros, não sendo o canal administrativo para o recebimento de reclamações oficiais, reservando-se ao direito de não publicar mensagens que em sua essência contenham mensagens de cunho injurioso ou com linguagem depreciativa. Os usuários ou outros que desejarem fazer reclamações formais ao Sesc poderão entrar em contato com a administração regional em Porto Velho/RO e encaminhar suas considerações.

Postagens populares (5 mais recentes)