sábado, 12 de setembro de 2015

Palco Giratório: Sábado e domingo com espetáculos para toda família

"Saga Beradera" da Beradera Companhia de Teatro (RO), apresentada nesta sexta-feira, contou a história do distrito de Nazaré
O Festival Palco Giratório é sucesso de público e neste final de semana traz cinco espetáculos para toda a família. Além disso o projeto circula pelo interior de Rondônia, com o espetáculo "Boi de Piranha" (RO) e oferece oficinas gratuitas. A entrada é um kg de alimento não perecível ou material de limpeza e as apresentações acontecem no Complexo do Teatro Estadual Palácio das Artes.
 
Os personagens Urbana, Neto e Arigó conquistaram o público que lotou o Teatro Guaporé
Nesta sexta-feira (11), quem se apresentou foi a Beradera Companhia de Teatro (RO), com o espetáculo "Saga Beradera", resultado da pesquisa realizada na comunidade de Nazaré, localizada no baixo madeira. A dramaturgia de Rodrigo Vrech mistura memória documental e ficção num trabalho que emociona, principalmente, por se tratar de uma realidade recente que ainda ecoa nas comunidades que vivem as margens do rio e que tiveram suas vidas afetadas pela cheia histórica do Madeira em 2014.
 
Final de apresentação com direito a muita tietagem
Esta foi a penúltima apresentação desta temporada. Contemplado com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2014 a Companhia circulou pela comunidade de Nazaré e escolas de Porto Velho. A apresentação agradou ao público presente que se identificou com as histórias dos personagens Arigó, Urbana e Neto. Após o espetáculo muitos ficaram para o tradicional bate papo e para o registro fotográfico com o elenco.


Mas a programação do Festival Palco Giratório não pára e hoje (12), às 18h em frente ao Teatro Estadual Palácio das Artes, o público  recebe os bonecos gigantes e coloridos do espetáculo "Mira - Extraordinárias diferenças, sutis igualdades" do grupo de "Pernas pro ar" (RS). Às 19h no Teatro Estadual Palácio das Artes tem apresentação de "A hora mágica" da Cia Teatral Artecena (AM), trabalho baseado no conto "O soldadinho de Chumbo".


Domingo (13) as atividades começam cedo com a oficina de "Construção de Bonecas Abayomi" com o grupo Nu Escuro (GO). A inscrição é gratuita e pode ser feita na Central de Atendimentos do Sesc Esplanada. A oficina será realizada na Sala de Ensaio no Palácio das Artes das 9h às 12h e das 14h às 17h.


Dois espetáculos encerram a programação do final de semana. O primeiro é "Lançador de Foguetes", do grupo "De Pernas pro Ar" (RS) que será apresentado em frente ao Teatro Estadual Palácio das Artes a partir das 18h. O segundo é "A Princesa Cafuxa no Reino da Palhaçada", com a "Palhaça Cafuxa" (AM), que já coleciona fãs em Porto Velho e se apresenta a partir das 20h no Teatro Estadual Palácio das Artes. 
          
A programação do Palco Giratório continua até o dia 27 de setembro. Para assistir os espetáculos estão disponíveis ingressos para uma hora antes das apresentações e pode ser trocado por um quilo de alimento não perecível ou material de limpeza.

Festival Palco Giratório é uma realização do Fecomércio Rondônia Sesc/Senac/IFPE com apoio do Governo do Estado de Rondônia, através da Sejucel e Funpar.


Acompanhe a programação pelo Facebook (https://www.facebook.com/palcogiratorioro), Instagram (@sescro)  e ainda pelo site Fecomércio (http://fecomercio-ro.com.br/) e blog do Sesc (http://sescro.blogspot.com.br

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Palco Giratório oferece duas oficinas nesta sexta-feira


Ter a oportunidade de aprender e trocar experiências com grupos de todo país é uma chance única para quem mora distante dos grandes centros culturais do país, caso de Rondônia. E o Festival Palco Giratório oferece essa chance a todos os interessados. Para participar das oficinas basta se inscrever gratuitamente na Central de Atendimentos do Sesc Esplanada e nesta sexta-feira serão duas oficinas.

Inspirações - Dramaturgia em espaços não convencionais com a Cia Cortejo (RJ)
Exercícios práticos de produção dramatúrgica em espaços não convencionais. A ideia é levantar possibilidades de criação de narrativa, personagens e circunstâncias cênicas a partir de uma relação com o espaço.
Horário: 9h às 12h; 14h às 17h
Local: Tapiri - O Imaginário
Endereço: Rua Franklin Tavares, 1353 - Pedrinhas

Oficina: O ator inventivo com o grupo De Pernas pro ar (RS)
Possibilitar experimentações com o corpo e a manipulação de objetos com liberdade de criação em busca da linguagem própria. Essa é a proposta desenvolvida pelo De Pernas Pro Ar, que há 26 anos vem misturando e borrando as fronteiras das artes em várias linguagens - como o circo, a música, o teatro de animação e o teatro de rua - com o objetivo de encontrar o ator inventivo.
Horário: 9h às 12h; 14h às 18h
Local: Teatro Estadual - Palácio das Artes (sala de ensaio)
Endereço: Av. Presidente Dutra, 4783 – Olaria
 
Pensamento Giratório com o NATA realizado terça-feira na Unir
Pensamento Giratório
O grupo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinhas – NATA (BA), encerrou nesta terça-feira (08), as participações do grupo no Pensamento Giratório, que promove um diálogo entre grupos e plateia. O encontro foi realizado na Unir Centro e reuniu acadêmicos e professores que discutiram o processo de criação do espetáculo “Exu, a boca do Universo”.

Durante o bate papo os participantes puderam saber mais sobre o surgimento do NATA e as linhas de pesquisa que o grupo faz.  Participar desses encontros redimensiona a experiência de assistir os espetáculos pois é possível tirar dúvidas que nem sempre são esclarecidas durante as apresentações.
 
Dança Contemporânea em Domício - Foto: Inês Correa
Intervenção urbana
Hoje a dançarina Claudia Müller (RJ) entrega Dança Contemporânea em Domicílio. O projeto propõe levar a arte a qualquer lugar onde seja a pessoa estiver. Seja no trabalho, escola ou residência. As apresentações são únicas para cada pessoa e a experiência é inovadora. As visitas acontecem hoje a tarde.
Exu, a boca do Universo com NATA (BA)

Apresentações
O Núcleo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinhas – NATA (BA) apresentou nesta quarta-feira o espetáculo Exú, a boca do Universo e lotou o Teatro Guaporé. Em cena são mostradas as várias facetas do Orixá Exu. Misturando música e poesia a história de Exu é contada de forma interativa com a plateia que participa desde o início da apresentação. Fernanda Julia, diretora do espetáculo, agradece a participação no Projeto Palco Giratório, principalmente por circular com uma história que muitos não conhecem e que faz parte da cultura brasileira.

Programação 09/09 (quinta-feira)
Espetáculo: Antes da Chuva
Cia Cortejo (RJ)
Horário: 20h
Classificação: 14 anos
Duração: 60 minutos
Entrada: Material de limpeza - ingressos disponíveis uma hora antes das apresentações
Local: Teatro Guaporé
Endereço: Av. Presidente Dutra, 4183 - Olaria

A programação do Palco Giratório continua até o dia 27 de setembro. Para assistir os espetáculos estão disponíveis ingressos para uma hora antes das apresentações e pode ser trocado por material de limpeza.

O Festival Palco Giratório é uma realização do Fecomércio Rondônia Sesc/Senac/IFPE com apoio do Governo do Estado de Rondônia, através da Sejucel e Funpar.
Acompanhe a programação pelo Facebook (https://www.facebook.com/palcogiratorioro), Instagram (@sescro)  e ainda pelo site Fecomércio (http://fecomercio-ro.com.br/) e blog do Sesc (http://sescro.blogspot.com.br



quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Palco Giratório: Boi de Piranha inicia circulação estadual

Boi de Piranha já passou por 17 cidades e inicia circulação estadual nesta quarta-feira (09)
Candeias é a primeira cidade a receber o espetáculo Boi de Piranha

Com o objetivo de atingir o maior número de espectadores, o Festival Palco Giratório descentraliza a programação da capital e leva arte também para doze cidades, que recebem o espetáculo "Boi de Piranha", segundo espetáculo rondoniense a circular nacionalmente através do projeto.

O grupo "Boi de Piranha" já passou por 17 cidades, e já fez 19 apresentações. Segundo o diretor do espetáculo, Francis Madson, a receptividade está sendo ótima por onde passam. Além das apresentações o grupo ministra oficina e participa de intercâmbios. "Tem sido muito significativo participar dessa troca com outros grupos", afirma Madson.

A dramaturgia "Boi de Piranha" vai além da nossa história e explora os relacionamentos e afetos durante a construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. A analogia surge a partir da imagem do boi, que por ser mais velho ou doente, é escolhido para o abate e entregue às piranhas a fim de que o restante do rebanho consiga passar. O migrante nordestino assume essa figura sacrificial dentro do espetáculo transformando-se em um super-homem que cruza o país para sobreviver e para salvar.

O grupo goiano Nu Escuro também participa da circulação e passa por quatro cidades com o espetáculo "Plural" que retrata a história de Maria, uma menina interiorana relatando suas memórias de infância. A narrativa segue costurando memória em memória, fiando do universo rural ao urbano, bordando histórias vividas e sentidas, com seus encantos, medos, violências, coragens, lamentos e alegrias.
 
Programação da Circulação Estadual dos espetáculos "Boi de Piranha"(RO) e Plural (GO)
 
Público lota duas sessões do espetáculo "O som das cores" no Teatro Guaporé
Casa Cheia
O Festival Palco Giratório vem sendo sucesso de público desde que começou no último dia 30/08, mas nesta terça-feira (08) superou as expectativas e foi necessário uma segunda sessão para atender a ansiedade de adultos e crianças na ansiedade de assistir o espetáculo “O som das cores” do Catibrum Teatro de Bonecos. A fila se formou cedo e lotou duas vezes o Teatro Guaporé, local da apresentação.
Espetáculo "O som das Cores" do Catibrum Teatro de Bonecos (MG)
“O som das cores” conta a história de Lúcia, uma menina que enfrenta muitos desafios na busca por seu cachorro. Usando a imaginação, ela enfrenta monstros dragões, envereda por novos caminhos até atingir seu objetivo. A animação com bonecos encantados pela beleza do cenário e os efeitos utilizados em cena. A história impressionou  crianças e adultos e trouxe também e tratou de forma lúdica a cegueira.


Intervenção urbana
Os interessados em participar da intervenção “Dança Contemporânea em Domicílio” é só ligar hoje até hoje às 12h para a Central de Atendimentos do Sesc, através do telefone 3229-6006, ramal 238 ou 239 e receberá onde estiver uma apresentação gratuita de dança com Claudia Müller (RJ).

Programação 09/09 (quarta-feira)
Oficina "Intervir: Laboratório de Operações para espaços cotidianos"
Com Claudia Müller (RJ)
Horário: 9h às 12h; 14h às 18h
Inscrições na Central de Atendimento do Sesc Esplanada
Local: Tapiri - O Imaginário
Endereço: Rua Franklin Tavares, 1353 - Olaria


Espetáculo: Exu, a boca do Universo
Núcleo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinhas - NATA (BA)
Horário: 20h
Classificação: 18 anos
Duração: 70 minutos
Entrada: Material de limpeza - ingressos disponíveis uma hora antes da apresentações
Local: Teatro Guaporé
Endereço: Av. Presidente Dutra, 4183 - Olaria

Circulação Estadual
Espetáculo: Boi de Piranha
Grupo: Boi de Piranha (RO)
Horário: 20h
Classificação: 14 anos
Duração: 35 minutos
Entrada gratuita
Local: E.E.E.F.M. Carlos Drummond de Andrade
Endereço: Rua Tancredo Neves, 1487 - União, Candeias do Jamari

A programação do Palco Giratório continua até o dia 27 de setembro. Para assistir os espetáculos estão disponíveis ingressos para uma hora antes das apresentações e pode ser trocado por material de limpeza.

O Festival Palco Giratório é uma realização do Fecomércio Rondônia Sesc/Senac/IFPE com apoio do Governo do Estado de Rondônia, através da Sejucel e Funpar.
Acompanhe a programação pelo Facebook (https://www.facebook.com/palcogiratorioro), Instagram (@sescro)  e ainda pelo site Fecomércio (http://fecomercio-ro.com.br/) e blog do Sesc (http://sescro.blogspot.com.br

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Palco Giratório convida população para participar da “Dança Contemporânea em Domicílio”

Receba arte onde estiver
Foto: Inês Correa
Que tal um experimentar a sensação de ter um espetáculo construído especialmente para você? Esta é a proposta do espetáculo “Dança Contemporânea em Domicílio” que propõe entregar dança contemporânea em locais onde ela não é esperada, buscando espaços despercebidos, brechas no cotidiano. Uma dança que se importa menos com movimentos concretos e mais com os espaços imaginários abertos no encontro com o espectador-consumidor: qual o lugar desse ofício?Como é percebido? Quais são seus recursos? Qual o seu alcance? Como é remunerado?

Qualquer pessoa pode solicitar, via telefone, gratuitamente, a Dança Contemporânea em Domicílio em qualquer lugar que queira recebê-la (em sua casa, escritório, loja, mercado, em uma praça, no restaurante que frequenta etc.), basta ligar para o número 3229-6006 ramal 238 no horário entre as 14h e 18h. O número de participantes é limitado. As primeiras oito pessoas que ligarem participam dessa intervenção especial que será realizada dia 10/09 no horário das 14h às 19h sendo apresentações às 14h/14h45/ 15h30/ 16h15/ 17h/ 17h45/ 18h30/ 19h15

O trabalho faz parte da pesquisa de Cláudia Müller que desenvolve processos artísticos em dança, performance e vídeo e investiga as poéticas e políticas do encontro,  os modos de visibilidade da dança contemporânea e as relações entre arte e cotidiano. É mestre em Artes pela UERJ e professora da Universidade Federal de Uberlândia. Participou de residências e projetos no Espacio Graner, Museo Artium, Azala, Museo Reina Sofia (Espanha), entre outros. Seus trabalhos têm sido apresentados, desde 2000, em diversas cidades do Brasil, da América do Sul e da Europa.

Ainda dentro da programação do Palco Giratório ministra a oficina “Intervir: Laboratório de Operações para espaços cotidianos”. Oficina teórico-prática cujo objetivo é experimentar questões e práticas relativas a processos artísticos que desejam ocupar espaços não institucionalmente destinados à arte, traçando estreitas relações entre arte e vida. A oficina acontece no dia 09/09 no horário das 9h às 12h e das 14h às 17h no Tapiri e as inscrições podem ser feitas na Central de Atendimentos do Sesc Esplanda.

A programação do Palco Giratório continua até o dia 27 de setembro. Para assistir os espetáculos estão disponíveis ingressos para uma hora antes das apresentações e pode ser trocado material de limpeza.

O Festival Palco Giratório é uma realização do Fecomércio Rondônia Sesc/Senac/IFPE com apoio do Governo do Estado de Rondônia, através da Sejucel e Funpar.
            
Acompanhe a programação pelo Facebook (https://www.facebook.com/palcogiratorioro), Instagram (@sescro)  e ainda pelo site Fecomércio (http://fecomercio-ro.com.br/) e blog do Sesc (http://sescro.blogspot.com.br


Palco Giratório: Final de semana cheio de atrações

Público lota o Teatro Estadual Palácio das Artes e aguarda o início do espetáculo
Quem participou das atividades do Festival Palco Giratório neste final de semana teve um final de semana prolongado diferente. Atividades não faltaram de sexta a segunda-feira. Foram oficinas, rodas de conversa e claro, muitos espetáculos. 
"Nina, o monstro e o coração perdido" do Clareira de Teatro (RS) jovens e adultos
Na sexta-feira o público se emocionou com o infantil "Nina, o monstro e o coração perdido", espetáculo do grupo Clareira de Teatro (RS), uma história que misturou humor e drama na busca de uma menina e a descoberta dos sentimentos. 
A Companhia Gira Dança (RN) trouxe momento de reflexão ao Palco Giratório
Mas a emoção não ficou só no primeiro espetáculo. A segunda atração da noite trouxe o trabalho da Companhia Gira Dança (RN), que despiu preconceitos através da Dança Contemporânea e mostrou que a arte não tem fronteiras durante a apresentação de "Sobre todas as coisas".
"Proibido Elefantes" discute o preconceito a quem é diferente
No sábado a Companhia voltou ao palco para mostrar o trabalho "Proibido Elefantes" que escancarou o preconceito que a sociedade faz a todos as pessoas que de alguma forma é diferente. No domingo o grupo participou do Pensamento Giratório onde foi compartilhado com o público toda a história dos integrantes do grupo, trabalhos que desenvolvem e curiosidades sobre a Companhia. 
O Centro Teatral e Etc e Tal (RJ) trouxe muita diversão em três espetáculos

No domingo e segunda-feira o Centro Teatral e Etc e Tal (RJ) fez quatro apresentações. Domingo a criançada se divertiu com a história "O macaco e a boneca de pixe" história contada através da pantomima literária que mistura narração e mímica.  A noite foi a vez do público adulto se divertir com o espetáculo "No Buraco". Segunda-feira teve repeteco de "O macaco e a boneca de pixe" e a noite a apresentação "Fulano & Sicrano" encerrou  a participação do Centro Teatral Etc e Tal no Festival Palco Giratório em Rondônia. 

A programação do Festival Palco Giratório traz hoje "Som das Cores" do grupo "Catibrum Teatro de Bonecos (MG). O som das cores confirma como a magia do teatro de animação pode ser transformada em uma trama envolvente. Inspirado em famosas fantasias literárias, o espetáculo conta a história da jovem Lúcia, que se aventura no mundo do impossível. Do subterrâneo das estações de metrô ao universo infinito de sua imaginação, ela terá que enfrentar seus medos e todos os seus inimigos. Um espetáculo para todas as idades. Vencedor dos prêmios de melhor texto original e melhor cenário do Prêmio Sinparc em 2014.

A programação do Palco Giratório continua até o dia 27 de setembro. Para assistir os espetáculos estão disponíveis ingressos para uma hora antes das apresentações e pode ser trocado material de limpeza.

O Festival Palco Giratório é uma realização do Fecomércio Rondônia Sesc/Senac/IFPE com apoio do Governo do Estado de Rondônia, através da Sejucel e Funpar.
            
Acompanhe a programação pelo Facebook (https://www.facebook.com/palcogiratorioro), Instagram (@sescro)  e ainda pelo site Fecomércio (http://fecomercio-ro.com.br/) e blog do Sesc (http://sescro.blogspot.com.br

Postagens populares (5 mais recentes)