quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Vem aí mais um Prêmio Sesc de Literatura

Estão abertas, até o dia 01 de março, as inscrições para o Prêmio Sesc de Literatura 2015, categorias contos e romance. Esse ano a novidade é que a inscrição será totalmente online. O livro será enviado (em formato Word) através de um formulário disponível no site http://www.sesc.com.br/portal/site/premiosesc

Poderão concorrer escritores brasileiros e estrangeiros, residentes no Brasil, com mais de 18 anos. Cada concorrente poderá participar com apenas uma obra por categoria. O livro deve ser inédito, não valem os já publicados, mesmo que apenas na internet. A obra na categoria conto deverá ter entre 140 a 400 mil caracteres e na categoria romance entre 180 e 600 mil caracteres. A inscrição gera um código identificador automaticamente e, com esse, o inscrito poderá acompanhar o processo de avaliação. Os vencedores terão as obras publicadas pela editora Record com uma tiragem inicial de dois mil exemplares.

Os textos serão analisados por uma comissão julgadora composta de escritores, jornalistas, críticos literários e especialistas em literatura. E o resultado será divulgado em julho. Vale lembrar que não podem concorrer funcionários, estagiários e parentes (até segundo grau) de funcionários do Sesc, da Confederação Nacional do Comércio e das Federações do Comércio, da editora Record, bem como estagiários e parentes (até segundo grau) de funcionários e nem dos envolvidos no processo de julgamento do concurso. Além disso, os vencedores de edições anteriores não poderão se candidatar.

Em onze anos de Prêmio Sesc, já foram 19 escritores premiados. Na última edição, os livros vencedores foram: o romance "Enquanto Deus não está olhando", da jornalista Débora Ferraz e o livro de contos "Parafilias", do bancário Alexandre Marques. "Recomendo o Prêmio a quem sonha em ser escritor. Sou a prova de que é possível. Sou uma escritora paraibana, longe dos centros editoriais e hoje vejo meu livro em livrarias do Brasil todo. É gratificante", conta Débora. "Foi uma grande mudança. Antes, escrever era um hobby. Só amigos e familiares tinham acesso aos meus textos. Agora, além do Parafilias, já estou com o segundo livro em andamento, também pela editora Record", afirma Alexandre.

Confira o edital completo. O resultado será divulgado em julho.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Sesc leva teatro e cinema aos 52 municípios do estado de Rondônia



O Sesc desenvolverá, a partir do dia 06 de fevereiro, um projeto itinerante que promete levar espetáculo teatral e cinema aos 52 municípios do estado de Rondônia. O projeto funcionará como uma caravana cultural visitando os mais longínquos municípios a fim de disseminar duas linguagens culturais: artes cênicas e cinema. Trata-se de uma ação audaciosa que pela primeira vez será desenvolvida no estado. As malas culturais já estão prontas e o primeiro destino será a cidade de Vilhena (06) com programação na praça Mensageiro, na Avenida Paraná, às 19h.

Nessa primeira edição o “Sesc 52” irá apresentar o espetáculo “O dragão de Macaparana” do grupo Souflé de Bodó Companny, de arte contemporânea de Manaus que atua nos segmentos de teatro, dança, performance e audiovisual. O espetáculo irá atender muito bem a proposta do projeto. Além do teatro o público irá poder participar do “Cine Sesc” com filmes premiados regional, nacional e internacionalmente.

 “O objetivo do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE é possibilitar a toda população rondoniense o acesso às artes cênicas, música, cinema, artes plásticas e literatura. Somos pioneiros e um dos principais difusores de ações culturais no estado, buscando sempre o que há de melhor para a nossa população. Nesse momento iniciamos com os projetos culturais, porém, futuramente desenvolveremos atividades também nas áreas de assistência, educação, saúde e lazer”, afirma o presidente do Sistema Fecomércio, Raniery Araujo Coelho.

Espetáculo: O Dragão de Macaparana
Existe dragão no sertão? A trupe de Valdinho e Burluvio responde essa questão. A dupla de artistas atrapalhados foge de uma cidade e adentram os portões da cidade protegida por João Babau – o homem mais temido do sertão, ou melhor dizendo, do mundo. Ele tem uma filha, Tetinha, jovem menina que sonha juntamente com seu parceiro Thontico ser artista e ir embora da cidade de Macaparana. Mas o homem mais temido do mundo odeia artista. A chegada dos artistas na cidade mistura tiros, peripécias, amor, encontros e desencontros.

Sesc 52
Sesc 52 foi criado com a função de interiorizar as ações culturais que já são desenvolvidas na capital, disponibilizando aos espectadores espetáculos teatrais de alto nível e de circulação nacional.

Confira o Cronograma


Postagens populares (5 mais recentes)