terça-feira, 17 de março de 2015

Teatro em Cartaz apresenta cinco espetáculos a partir de hoje


O projeto Teatro em Cartaz apresenta no período de 17 a 21 de março no Teatro 1 do Sesc Esplanada em Porto Velho cinco espetáculos teatrais. A partir desta terça-feira (17) toda a população poderá conferir peças de companhias e grupos do estado, a começar pelo espetáculo “Boi de Piranha” da Cia Boi de Piranha, que faz uma analogia sobre dados históricos relacionados à construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré e sobre o Ciclo da Borracha no norte do país.

Quarta-feira, dia 18 de março é dia de “Mulheres do Aluá”, da Associação Cultural O Imaginário, que conta a história de mulheres que foram condenadas em um período em que o pensamento do homem é que determinava a condição de cada uma delas. Histórias de mulheres de diferentes épocas, marcadas pela violência, rés em processos judiciais que revelam as dificuldades em um ambiente hostil e opressor do passado na Amazônia com forte influência também no período do Ciclo da Borracha, com a construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré.  

Dentro do projeto também haverá a apresentação de um monólogo que transporta a plateia para um ambiente solitário e cinzento onde pelas grades da memória torna-se audível os pios de uma criança e os fragmentos esparsos da sua relação coma figura paterna. Estamos falando de “Pássaro Fora do Ar”, do Núcleo Curare que será apresentado do dia 19.  “É Crime Não Saber Ler” demonstra o enorme, e se não o maior crime já penetrado contra uma pessoa ou contra um povo: o da ignorância imposta pelos interesses particulares de muitos. A peça do grupo de teatro Evolução acontece na sexta-feira, dia 20.

As apresentações serão finalizadas com o espetáculo “Findo”, do grupo Raízes do Porto no sábado (21). Nessa peça, o ator, diretor e pesquisador teatral Lindomar reúne três amigos Dori, Darci e Hugo, para escrever e montar um espetáculo teatral, falando sobre suas vidas, dando destaque a suas relações pessoais frustradas, sempre salientando e induzindo os companheiros a expor seus mais íntimos pensamentos, onde feridas, ainda abertas, são expostas para compor o dramalhão cênico de suas próprias vidas.


As apresentações acontecem sempre às 20 horas e para garantir a entrada, basta trocar o passaporte por um quilo de alimento não perecível. “Além de fomentar a produção local, valorizando os nossos artistas, projetos como esses estabelecem novas perspectivas, dando a eles a oportunidade de até mesmo, entrarem em âmbito nacional” destaca o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, Raniery Araujo Coelho.

Jornalista responsável: Renata Vannier DRT 965/RO
Sesc Rondônia (69) 3229-6006 / ramais 208 e 220
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog do Sesc Rondônia tem por prioridade divulgar as ações e processos da instituição dando respostas a respeito da programação de eventos e outros, não sendo o canal administrativo para o recebimento de reclamações oficiais, reservando-se ao direito de não publicar mensagens que em sua essência contenham mensagens de cunho injurioso ou com linguagem depreciativa. Os usuários ou outros que desejarem fazer reclamações formais ao Sesc poderão entrar em contato com a administração regional em Porto Velho/RO e encaminhar suas considerações.

Postagens populares (5 mais recentes)