quinta-feira, 10 de abril de 2014

Sesc Centro recebe exposição “Só Lâmina” de Nuno Ramos

A partir do dia 11 de abril todos os apreciadores da arte poderão conferir a exposição “Sô Lâmina”, do artista Nuno Ramos de São Paulo. O evento acontece a partir das 13 horas na Galeria de Arte do Sesc Centro, situada a avenida Presidente Dutra, nº 2765, no centro de Porto Velho.

A exposição faz parte do Arte Sesc, projeto que há 33 anos além de difundir a arte pelo país, promove a inclusão social. Além de colocar em cartaz as exposições, o projeto realiza oficinas, cursos de artes e palestras que integram o público, as obras e os artistas. “O Sesc é hoje reconhecido como um dos principais agentes de difusão das artes plásticas no país. Essa exposição só reflete a postura do Arte Sesc de estar conectado com as novas tendências favorecendo a produção artística em diferentes linguagens” apontou o presidente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac, Raniery Araujo Coelho.

Desde a sua criação em 1981, o Arte Sesc já levou mais de 30 mostras de artes visuais diferentes por quase todos os estados brasileiros. Atualmente o Arte Sesc busca promover produções modernas e contemporâneas relacionadas a materiais multimídia e de experimentação. “Essa é uma forma de também promover o intercâmbio e diálogos entre o público, artistas e profissionais da arte. Esse projeto é tão importante que já recebeu em 2007, o selo de qualidade do Ministério da Cultura” destacou Fabiano Barros, coordenador de Cultura do Sesc em Rondônia.

A exposição das obras de Nuno Ramos estará aberta para visitação até o dia 28 de junho, de segunda a sexta, das 09 h às 16 horas e nos sábados, das 11 h às 14 horas. A entrada é gratuita.

Sobre o artista

Nuno Ramos é um dos maiores artistas contemporâneos brasileiros.  Ele se configura como um artista da experimentação, na qual a ausência de regras é menos um desafio às normas. Seus objetivos e suas instalações com materiais não estáveis como parafina, sal, vidro e mármore servem de impulso para infinitas experimentações. Ele nasceu na cidade de São Paulo em 1960. É formado em Filosofia pela Universidade de São Paulo. 

Nuno também é escritor e compositor. Seu trabalho ganhou tridimensionalidade em 1978, quando começou a realizar esculturas com cal, tecido e madeira. A partir de 1988 seus quadros começaram a ganhar cada vez mais volume. As primeiras instalações de Nuno surgiram no início da década de 1990. A instalação 111 (1992), uma leitura do artista sobre o massacre dos detentos do presídio Carandiru em São Paulo, teve grande impacto público ao ser exibida.

Em suas esculturas e instalações, Nuno vislumbra imagens, ideias, diferentemente do trabalho que realiza com a pintura, onde parece ser guiado pela cegueira. O artista imagina um projeto, às vezes difícil ou impossível de ser executado, e com isso os seus trabalhos vão sofrendo adequações. 

Só Lâmina faz parte da intensa pesquisa que Nuno, desde os anos 80, vem desenvolvendo a respeito das possibilidades que existem para a superfície bidimensional da tela. São 11 desenhos que demonstram forte atração que o artista sente pelo literário. Nos trabalhos ele utiliza literalmente a poesia “Uma faca só lâmina” de João Cabral de Melo Neto.  Junto com os desenhos, a exposição traz Carolina, uma escultura sonora feita a partir de um diálogo escrito pelo artista lido pelos atores Gero Camilo e Marat Descartes, e o vídeo Luz Negra, uma homenagem ao sambista Nelson Cavaquinho, feito em parceria com Eduardo Climashauska.



Jornalista responsável: Renata Vannier DRT 965/RO
Sesc Rondônia (69) 3229-6006 / ramais 208 e 220
 

terça-feira, 8 de abril de 2014

Cine Sesc apresenta “O Pagador de Promessas” nesta quarta-feira (09)

O drama dirigido por Anselmo Duarte vai ser apresentado nesta próxima quarta-feira (09) às, 17 horas no auditório do Campus Unir em Porto Velho. O evento integra as ações do Cine Sesc, dentro do programa “Cinema na Universidade”, que concentra-se em exibir e realizar mostras que priorizem obras cinematográficas do circuito alternativo de cinema, ao qual o público dificilmente teria acesso nas salas de cinema comercial. “Essa parceria com a Universidade Federal vem dando certo desde o ano passado, quando ainda eram realizadas na Unir Centro. Os filmes fazem parte do acervo da Programadora Brasil” destaca a Técnica de Cinema do Sesc, Michele Saraiva.

O Pagador de Promessas é um filme brasileiro de 1962 baseado em uma peça teatral de Dias Gomes. O filme, de 91 minutos de duração, conta a história do agricultor Zé do Burro, que depois de ter seu burro de estimação atingido por um raio, decide fazer uma promessa a Santa Bárbara pedindo que ela salve o animal. O burro sobrevive, e então Zé tem de doar metade do seu sítio e carregar uma cruz de sua casa, no sertão, até a igreja dedicada à santa, em Salvador. Rosa, sua esposa, o acompanha na caminhada, durante a qual travam contato com personagens da região e encontram a resistência dos poderes constituídos.

“O Sesc se caracteriza como um dos importantes espaços exibidores no circuito paralelo de cinema em Rondônia, oferecendo sempre qualidade, diversificação e regularidade de sua programação. Isso cria um público e garante dessa forma, a construção do discurso cinematográfico” destacou o presidente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac, Raniery Araújo Coelho.

A entrada é gratuita e a classificação é livre. O Cine Sesc continuará com exibições. O próximo filme a ser exibido será o “Absolutamente Certo”, também de Anselmo Duarte, no dia 23 de abril, às 17h, no Campus da Unir em Porto Velho.

Jornalista responsável: Renata Vannier DRT 965/RO
Sesc Rondônia (69) 3229-6006 / ramais 208 e 220
 

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Mesa Brasil entrega mais de uma tonelada de donativos

A Associação dos Bandeirinhas das Localidades de Gleba do Jamari e Adjacentes do Baixo Madeira e a Associação dos Moradores que Habitam o Rio Jamari (AMOJAMARI) receberam juntas, mais de uma tonelada de donativos, entre roupas, alimentos e material de higiene pessoal. A entrega foi realizada pelo programa Mesa Brasil do Serviço Social do Comércio (Sesc) na tarde desta última sexta-feira (04) em Porto Velho. As duas Associações atendem dezenas de famílias que foram atingidas pelas enchentes do Rio Madeira.

Todas as doações entregues foram resultado da campanha de arrecadação durante a semana do lançamento nacional do projeto Palco Giratório em Porto Velho iniciada no último dia 19 e também de doações durante a realização dos últimos espetáculos no Teatro 1 do Sesc Esplanada. “Temos visto a solidariedade da população, que por sua vez, tem trazido donativos mesmo não sendo requisito obrigatório para a entrada nos espetáculos. O Sesc vai continuar com a campanha” salientou o presidente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac, Raniery Araújo Coelho.

Ao total, foram doadas 45 cestas básicas de 20 quilos cada uma. Mais de mil peças de roupas e sapatos também foram repassados. “Nossa maior necessidade hoje é o mantimento, porque a maioria das famílias da nossa região tinha o costume de cultivar o próprio alimento. Todas as casas estão alagadas e muitas famílias estão em casas flutuantes” apontou Josiléia Ribeiro Carvalho, representante da AMOJAMARI que atualmente atende 150 famílias. 

Nágila Maria Paula de Oliveira, presidente da Associação dos Bandeirinhas das Localidades de Gleba do Jamari e Adjacentes do Baixo Madeira conta que de início, receberam muitas cestas básicas. “De um tempo para cá paramos de receber alimentos. Nossa população precisa muito. Temos famílias de São Carlos que estão abrigadas em duas escolas. Sem contar com o restante dos moradores. Agradecemos o apoio do Sesc, que já é um parceiro de longa data. Toda vez que procuramos, somos atendidos. O trabalho desenvolvido pelo Mesa Brasil vai até onde nós estamos. Hoje estamos atendendo 127 famílias” apontou.

A coordenadora do Programa Mesa Brasil Queila Silva agradece a coordenação de Cultura do Sesc pelo engajamento na campanha. “As doações durante os espetáculos ajudaram e muito. Conseguimos um maior número de alimentos por causa dos espetáculos. Atitudes como essa fazem toda a diferença. Se cada um fizer a sua parte o resultado será surpreendente” finaliza.


Jornalista responsável: Renata Vannier DRT 965/RO
Sesc Rondônia (69) 3229-6006 / ramais 208 e 220
 

Postagens populares (5 mais recentes)