quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Palco Giratório tem programação especial na capital rondoniense


Espetáculo “Palita no Trapézio” arranca sorrisos dos pacientes do Hospital do Câncer de Barretos

O espetáculo da artista circense, Michelle Nascimento, emocionou os pacientes da unidade do Hospital de Câncer de Barretos em Porto Velho nesta terça-feira (2).  A apresentação que iniciou na recepção do hospital, se repetiu nas enfermarias, salas de infusão e corredores do hospital. A história de superação da palhaça Palita emocionou o público.  Tornou-se uma lição de vida para os pacientes que recebiam tratamento através de alegria, sorrisos e muita animação.

O espetáculo conta a história da palhaça Palita Presepada que está sem trabalho e sem ter onde dormir. Ela descobre que há uma vaga de trapezista no circo. Aquela vaga de emprego era a sua única chance para entrar no circo do grande trapezista Jack Jones. O trapezista pede que ela se apresente. Palita descobre que não entende nada, mas mesmo assim recebe permissão para passar uma noite no circo. Palita dorme. Ainda sonâmbula, a palhaça acaba criando coragem e desafia o trapézio. No alto, realiza os mais belos movimentos, com beleza e graciosidade. O mágico que a observa, decide contratá-la imediatamente.

O espetáculo surgiu do livro “História de riso e circo” cuja autora é também a atriz que interpreta o personagem a palhaça Palita. “O espetáculo traz uma mensagem de carinho e de superação. A história mostra que é possível sim conseguirmos realizar os nossos sonhos” diz a atriz e autora Michelle Cabral.

Gabriela Lins, Coordenadora de Humanização do Hospital, agradeceu a administração do Sesc por proporcionar aos pacientes um evento tão maravilhoso como Palco Giratório. “O espetáculo arrancou sorrisos dos rostos dessas pessoas que já sofrem muito. Por alguns minutos, eles esqueceram de seus problemas”, afirma.

Maria Ricardina Jesus Ferreira, mãe da paciente Elisângela de Jesus, falou que nunca havia visto no hospital um trabalho como a do Palco Giratório. “Minha filha há dois anos descobriu que está com câncer. A doença já afetou órgãos como fígado, intestino, cervical, ovário e agora já se instalou no pulmão. É difícil ver o mundo lá fora, é mais difícil sorrir, mas hoje essa apresentação teatral acabou se tornando uma grande festa”, desabafou emocionada.

O paciente João Alípio Monteiro estava recebendo alta quando notou a presença dos artistas no corredor do hospital. Ao perceber a movimentação, convidou o grupo para fazer a apresentação em seu quarto. Entusiasmado, foi logo falando que estava curado de um câncer no intestino. “Hoje eu estou feliz, estou curado, estou indo de volta para minha casa. Receber uma notícia dessas e ainda poder participar de um momento como esse é inesquecível. O grupo contagia. Faz a gente perceber toda a beleza da vida”, concluiu.

A programação especial com o espetáculo “Palita no Trapézio” também foi apresentado no Hospital Infantil Cosme e Damião, na Escola Santa Clara de Assis, na Escola Flora Calheiros Cotrim e na escola ribeirinha Ermelino Monteiro Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog do Sesc Rondônia tem por prioridade divulgar as ações e processos da instituição dando respostas a respeito da programação de eventos e outros, não sendo o canal administrativo para o recebimento de reclamações oficiais, reservando-se ao direito de não publicar mensagens que em sua essência contenham mensagens de cunho injurioso ou com linguagem depreciativa. Os usuários ou outros que desejarem fazer reclamações formais ao Sesc poderão entrar em contato com a administração regional em Porto Velho/RO e encaminhar suas considerações.

Postagens populares (5 mais recentes)