segunda-feira, 23 de setembro de 2013

REFLEXÃO E ENTRETENIMENTO MARCAM OS ESPETÁCULOS DO PALCO GIRATÓRIO

Com a agenda de programação do Festival Palco Giratório, o final de semana da população portovelhense contou com diversas atividades culturais, proporcionando entretenimento e lazer saudável para a família.

Um dos destaques foi o espetáculo “Luís Antônio – Gabriela”, da Cia Mungunzá (SP), que mostrou o debate sobre a homossexualidade em uma família conversadora e cheia de conflitos da década de 1960. O diretor do espetáculo, Nelson Baskerville, coloca em cena a sua própria história e narra a vida de seu irmão mais velho, Luís Antônio, desde sua infância até sua morte em Bilbao, na Espanha, onde vivera por 30 anos como o travesti Gabriela.

A homossexualidade voltou a ser debatida durante a peça “Meus caros amigos”, apresentada pelo ator colombiano Juan David González, que conta a vida de um homem que abre a sua vida íntima para os amigos e revela detalhes da  sua homossexualidade até então escondida.

O Grupo Tibanaré (MT) foi às ruas de Porto Velho com a intervenção urbana “Andarilho das Estrelas”, com danças típicas do Mato Grosso, contação de histórias e cantigas de roda para levar alegria e poesia para a população que circulava pelas vias. Os atores também entraram em um ônibus e encantaram os presentes. Quem assistiu a intervenção não ficou de fora, cantou junto aos atores, tirou foto e sorriu bastante.

O festival vai até as pessoas que não podem ir ao teatro prestigiar os espetáculos com sua programação especial, como é o caso das apenadas do Presídio Estadual Feminino, que assistiram a peça “Tabule”, cuja encenação questiona sobre a liberdade da mulher oriental e ocidental diante de suas culturas.

“La Perseguida”, peça infantil, também foi apresentada aos pacientes do Hospital Cosme e Damião. Kelma Johnson, psicóloga da unidade de saúde, agradece ao Sesc Rondônia por possibilitar que as crianças tenham  acesso ao teatro.

“Esse contato minimiza a dor do tratamento. A arte é uma parceira. Quando você vai ao leito com um nariz de palhaço o atendimento muda, é muito bom. Essas ações são importantes dentro de um ambiente hospitalar. A vivência da criança é brincar, aqui elas ficam afastadas dos amigos, da escola, da família. Se você traz a arte, ajuda muito no tratamento dela”, destaca a psicóloga.

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA:

23/09 (segunda)

19h

Fiu Fiu – Cia Tibanaré (MT)

Local: Teatro Um do Sesc

Indicação: 12 anos.

24 e 25 /09 (terça e quarta)

20h30

Divinas – Duas Compahias (PE)

Local: Teatro Um do Sesc Esplanada

Indicação: Livre.

26/09 (quinta)

20h30

O Fantástico Circo – Teatro de Um Homem Só – Cia Rústica (RS)

Local: Teatro Um do Sesc Esplanada

Indicação: 14 anos.

22h

Clarianas – Grupo Clariô (SP)

Local: Área de Convivência Sesc

Indicação: Livre.

27/09 (sexta)

20h30

Varadouro – O Imaginário (RO)

Local: Teatro Um do Sesc Esplanada

Indicação: 14 anos.

22h

Hospital da Gente – Grupo Clariô (SP)

Local: Galpão da Estrada de Ferro Madeira Mamoré

Indicação: Livre

28/09 (sábado)

19h

As Quatro Chaves – Teatro Vento Forte (SP)

Local: Estrada de Ferro Madeira-Mamoré

Indicação: Livre

20h30

Para que servem os pobres – Tá na Rua (RJ)

Local: Estrada de Ferro Madeira-Mamoré

Indicação: Livre

22h

Hospital da Gente – Grupo Clariô (SP)

Local: Galpão da Estrada de Ferro Madeira Mamoré

Indicação: Livre

29/09 (domingo)

17h

As aventuras de uma viúva alucinada – Mamulengo de Cheiroso (SE)

Local: Em frente ao Galpão da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré

Indicação: Livre

19h

História de Lenços e Ventos – Teatro Vento Forte (SP)

Local: Estrada de Ferro Madeira-Mamoré

Indicação: Livre

20h30

Para que servem os pobres – Tá na Rua (RJ)

Local: Estrada de Ferro Madeira-Mamoré

Indicação: Livre

22h

Hospital da Gente – Grupo Clariô (SP)

Local: Galpão da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré

Indicação: Livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog do Sesc Rondônia tem por prioridade divulgar as ações e processos da instituição dando respostas a respeito da programação de eventos e outros, não sendo o canal administrativo para o recebimento de reclamações oficiais, reservando-se ao direito de não publicar mensagens que em sua essência contenham mensagens de cunho injurioso ou com linguagem depreciativa. Os usuários ou outros que desejarem fazer reclamações formais ao Sesc poderão entrar em contato com a administração regional em Porto Velho/RO e encaminhar suas considerações.

Postagens populares (5 mais recentes)