sábado, 10 de setembro de 2011

No Domingo Programação intensa e variada no Palco Giratório 2011

A programação deste domingo para o Festival Palco Giratório começa logo cedo, às 08 horas da manhã, com a Oficina gratuita “Corpo em Risco - Uma Proposta de Dramaturgia com o Corpo”, realizada pela Cia Cacos de Teatro (AM), no SESC Esplanada. As inscrições podem ser feitas na hora e local da Oficina ou antecipadamente na sala de Coordenação de Cultura do SESC. Às 15h os artistas, convidados e público em geral debatem sobre a utilização dos espaços cênicos em Porto Velho, em mais uma Mesa Giratória, que contará com a presença de vários convidados para debater o tema e terá como mediadora a jornalista Luiza Archanjo. O debate será transmitido ao vivo através do blog do SESC no endereço http://sescro.blogspot.com/.

O Anfiteatro da Estrada de Ferro Madeira Mamoré é onde acontece o espetáculo “Meu Boi Precioso”, do grupo portovelhense Ponto de Cultura Ponto de Início, às 19h. A história do homem que corta a língua do boi mais querido do patrão para satisfazer um desejo de sua mulher grávida é contada utilizando técnicas do teatro de rua. Fechando a programação de hoje na Capital, às 20h30 no Teatro Um do SESC Esplanada, tem Leitura em Cena, com o texto “O Doente Imaginário”, de Molière.

Através da Circulação Estadual, o Palco Giratório levou a várias cidades do interior alguns espetáculos que compõe a programação do Festival. Neste domingo acontece o encerramento em Vilhena com a peça “O Mundo Tá Virado”, do grupo Imbuaça, às 17h na Praça Genival Nunes. O grupo construiu a poética do espetáculo com rimas, imagens, música e dança, unindo três histórias curtas que refletem com humor a condição ingênua do ser humano e seu antônimo: a esperteza. 


Oficina
Corpo em Risco - Cia Cacos de Teatro (AM)
Horário: 08h às 12h
Local: SESC Esplanada
Inscrições gratuitas

Mesa Giratória
Utilização dos Espaços Cênicos em Porto Velho
Horário: 15h
Local: Auditório Cine SESC - SESC Esplanada
Entrada Franca

Espetáculo
Meu Boi Precioso - Ponto de Cultura Ponto de Início (RO)
Horário: 19h
Local: Anfiteatro do Complexo da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré
Entrada Franca

Leitura em Cena
O Doente Imaginário - Moliére
Horário: 20h30
Local: Teatro 1 SESC Esplanada
Entrada Franca

Espetáculo
O Mundo Tá Virado - Grupo Imbuaça (SE)
Horário: 17h
Local: Praça Genival Nunes - Vilhena (RO)
Entrada Franca

Palco Giratório 2011: "Romeu Jukebox" encerra a programação Sub-Estação

O Festival trouxe esse ano algumas novidades e entre elas destaca-se a Sub-Estação, programação composta por performances artísticas que aconteceram sempre às 23h59 no Sesc Esplanada. Ontem a Cia Cacos de Teatro (AM) apresentou Romeu Jukebox, a última performance da programação Sub-Estação. Durante a semana, a Cia também apresentou outras performances, como "Eu não nasci cisne" e "Trans". Em "Romeu Jukebox", os espectadores entraram vendados, guiados pelas atrizes da Cia, até a Área de Convivênvia, onde aconteceu a performance.

Romeu Jukebox
Um pouco mais cedo no mesmo dia, às 20h30, a Cia de Artes Fiasco apresentou na quadra do Sesc Esplanada o espetáculo "O Dragão de Macaparana", substituindo "Acorda Zé" do Grupo Moitará (RJ), que não pode se apresentar devido a problemas com o transporte do cenário. O público compareceu em peso e se divertiu com a comédia de Burlúvio, Valdinho, Tetinha e seu pai, o Coronel da cidade.

O Dragão de Macaparana

Diz-Farsa e Sem Nexo Complexo Contam suas Trajetórias

Marcelo Fellicce - Grupo Sem Nexo Complexo

Neste sábado (10/09), das 14 às 18 horas no Cine Sesc aconteceu mais um encontro do Subsolo - Arqueologia do Teatro Portovelhense, novidade nesta edição do Palco Giratório. Os jornalistas Silvio Santos e Rose Viegas fizeram uma espécie de entrevista com os representantes dos grupos Diz-Farsa e Sem Nexo Complexo.

Ruymar Pereira, do Grupo Teatral Diz-Farsa, foi o primeiro a expor a história do grupo, detalhar sua formação e falar sobre sua trajetória em Rondônia. Relatou o trabalho que o grupo vem fazendo nas escolas municipais, principalmente com oficinas para formação e capacitação de atores e técnicos de teatro. Contou sobre os projetos atuais do grupo, como o Ponto de Cultura "Ler é um bom começo", os projetos firmados com empresas do Estado e o trabalho com teatro-educação.

Logo depois foi a vez de Marcelo Fellicce falar sobre seu trabalho com o grupo Sem Nexo Complexo e principalmente sobre o espetáculo Bizarrus, projeto que já existe há 10 anos e atingiu um público de mais de 100.000 espectadores. Marcelo contou sua experiência ao adentrar o sistema prisional e montar o projeto com os detentos do presídio Ênio Pinheiro.

O grupo acabou de voltar de São Paulo, onde apresentou Bizarrus no encontro Começar de Novo, que discutiu com empresários de todo o Brasil a questão da empregabilidade dos ex-presidiários. Marcelo citou ainda o desejo de montar novos projetos e novos espetáculos, mas comentou o problema da falta de tempo, que atualmente inviabiliza as novas produções do grupo. O espetáculo Bizarrus está em cartaz todas as sextas e sábados às 20h no Teatro do Sest Senat em Porto Velho.

A Cia de Artes Fiasco, que estava programada para hoje juntamente com os outros dois grupos, não pôde participar porque logo depois teria uma apresentação extra de seu espetáculo "O Dragão de Macaparana", e vai participar em outro encontro do Subsolo.

Subsolo com os grupos Diz-Farsa, Sem Nexo Complexo e Cia de Artes Fiasco

Transmissão ao vivo do Subsolo - Arqueologia do Teatro Portovelhense, direto do Cine Sesc, hoje com os seguintes grupos convidados: Diz-Farsa, Sem Nexo Complexo e Cia de Artes Fiasco.

Acompanhe o debate e participe enviando comentários ou perguntas através do twitter @sescro ou Facebook http://www.facebook.com/palcogiratorioro2011



Watch live streaming video from sescrondonia at livestream.com

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Palco Giratório 2011: Oficina gratuita “Corpo em Risco - Dramaturgia do Corpo”

Além de oferecer espetáculos e performances de diversos Estados todos dias de 01 de setembro a 02 de outubro e discutir as artes cênicas em todas as suas vertentes nos debates e Mesas Giratórias, o Festival Palco Giratório busca também o aperfeiçoamento do fazer artístico através da realização de Oficinas gratuitas. 

É com esse pensamento de ação formativa que o SESC Rondônia realiza neste domingo (11) no SESC Esplanada uma Oficina de artes cênicas com o tema “Corpo em Risco”, focada na Dramaturgia do Corpo, ministrada pela Cia Cacos de Teatro, de Manaus - AM.

São disponibilizadas 25 vagas, e quem tiver interesse em participar pode se inscrever gratuitamente na hora e local da Oficina ou antecipadamente na sala de Coordenação de Cultura do SESC, das 08 às 18h. A indicação etária é 14 anos e a duração da Oficina é de 4 horas, começando às 8 da manhã e se terminando ao meio-dia. 

Oficina Corpo em Risco - Dramaturgia do Corpo
Data: 11/09/2011
Horário: 08 às 12h
Local: SESC Esplanada
Vagas: 25
Inscrições gratuitas no SESC Esplanada

Palco Giratório 2011: Programação da 2ª Semana




Obs.: dia 10/09 o espetáculo é "O Dragão de Macaparana", da Cia de Artes Fiasco, às 20h30 no SESC Esplanada. Entrada: 2kg de alimentos não perecíveis.

Festival Palco Giratório 2011: de 01 de setembro a 02 de outubro.
Twitter: @sescro 
Facebook: www.facebook.com/palcogiratorioro2011

BANDA DE CONGO PANELA DE BARRO PARTICIPAM DO SONORA BRASIL CIRCUITO 2011/2012

Representando a cultura do Espírito Santo, a Banda de Congo e Panela de Barro participará da Edição 2011 do Projeto Sonora Brasil - Formação de Ouvintes Musicais, um projeto temático que tem como objetivo desenvolver programações identificadas com o desenvolvimento histórico da música no Brasil. Este ano o projeto apresenta dois temas – Sotaques do Fole e Sagrados Mistérios: vozes do Brasil.
E nessa edição em Rondônia conta com a participação da Banda de Congo Panela de Barro que estão presentes em várias cidades do litoral do Espírito Santo, sendo a principal manifestação da tradição oral nesse estado, estando relacionadas às festividades religiosas de devoção a São Benedito, e em alguns locais também a São Sebastião, São Pedro e Nossa Senhora da Penha. Os registros mais antigos de sua existência, de meados do século XIX, são atribuídos ao Padre Antônio Siqueira (1832 – 1897), que, em seus escritos, se referia às “bandas dos índios”.
A Banda de Congo Panela de Barro tem seu calendário iniciado no dia oito de dezembro, quando segue em procissão em direção à mata para a cerimônia da cortada do mastro, ato simbólico que é acompanhado pelos devotos. No dia 25 de dezembro, o grupo segue em procissão até a igreja católica local para a cerimônia da fincada do mastro. Junto com este, então decorado e com a bandeira de São Benedito, seguem o andor com a imagem do santo, o barco e a corda. Na igreja, o mastro recebe a benção e é fincado num local previamente escolhido, onde fica até o domingo de Páscoa, quando em nova cerimônia acontece a retirada do mastro. Em todas essas etapas são entoados cânticos de devoção ao santo e após cada cerimônia a população segue com a festa cantando dezenas de músicas tradicionais das bandas de congo, de caráter profano, que aludem a diversas situações do cotidiano.

O grupo, formado pelas cantadeiras Ruth Victor, Teresa Barbosa, Emília Ferreira e Maria Conceição, se apresenta com o Mestre Valdemiro Sales e o percussionista Marcos Pereira, que fará uma única apresentação em Rondônia, no dia 13 de setembro às 19h no Teatro 1 do SESC no Audicine do SESC Esplanada

ENTRADA: 1 Kg DE ALIMENTO

Palco Giratório 2011: Programação de sexta e sábado

A programação do Festival Palco Giratório sofreu uma alteração e na sexta e sábado, respectivamente, serão apresentadas as peças “Memória da Carne” e “O Dragão de Macaparana”, da Cia de Artes Fiasco.

“Memória da Carne”, sexta às 20h30 no Teatro Um do SESC Esplanada, tem direção de Francis Madison e texto de Fabiano Barros. A peça trata de questões a cerca da construção da memória, segundo a própria Cia: São tantas camadas que participam da construção dessa memória que seria impossível não citar as ciências para tentar definí-las. Porém, Memória da Carne permite um encontro com esses registros em seu estado de instabilidade e (des) organização.

Memória da Carne
Já “O Dragão de Macaparana” acontece no sábado, também às 20h30, na Quadra coberta do SESC Esplanada. O espetáculo conta a história de dois artistas mambembes que ganham a vida levando sua arte a várias cidades em cima de uma carroça e que sempre acabam saindo fugidos por causa das inúmeras confusões que aprontam em todos os lugares onde se apresentam. 

O Dragão de Macaparana
Outro destaque no Festival é a Sub-estação, programação de performances em horário alternativo, sempre às 23h59 no SESC Esplanada. Nesta sexta-feira teremos “Eu não nasci Cisne” cuja temática enfoca o corpo ideal para a dança, como seria esse corpo e demais questões voltadas para a discussão sobre linguagem, dança e corpo. No sábado, a última performance da Sub-estação: “Romeu Jukebox”. A montagem tem como tema principal o amor e os questionamentos que partem deste. Ambas são encenadas pela Cia Cacos de Teatro, de Manaus, e tem início às 23h59 com entrada franca.

No sábado acontece ainda mais um encontro Subsolo - Arqueologia do Teatro Portovelhense. Os grupos Diz-Farsa, Sem Nexo Complexo e Cia de Artes Fiasco se reunirão às 14h no Cine Sesc para expor suas criações artísticas e trajetórias teatrais em um bate-papo com os artistas e público presente. O Subsolo será transmitido ao vivo aqui no blog, e quem estiver assistindo ou acompanhando pelas redes sociais pode enviar comentários e perguntas. Twitter: @sescro e Facebook: http://www.facebook.com/palcogiratorioro2011.

Sexta, 09/09/2011
MEMÓRIA DA CARNE
Cia de Artes Fiasco - RO
Horário: 20h30
Local: Teatro Um do SESC Esplanada
Classificação: 16 anos
Entrada: 2kg de alimentos não perecíveis

EU NÃO NASCI CISNE
Cia Cacos de Teatro - AM
Horário: 23h59
Local: Área de Convivência do SESC Esplanada
Classificação: 18 anos

Sábado, 10/09/2011
SUBSOLO
Grupos convidados: Diz-Farsa, Sem Nexo Complexo e Cia de Artes Fiasco
Horário: 14h
Local: Cine Sesc (Sesc Esplanada)
Entrada: livre

O DRAGÃO DE MACAPARANA
Cia de Artes Fiasco - RO
Horário: 20h30
Local: Quadra coberta do SESC Esplanada
Classificação: Livre
Entrada: 2kg de alimentos não perecíveis

ROMEU JUKEBOX
Cia Cacos de Teatro - AM
Horário: 23h59
Local: Área de Convivência do SESC Esplanada
Classificação: 18 anos

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Espetáculo 'Leve' e Sub-estação TRANS movimentam a noite do Palco Giratório 2011

Leve
A noite começou com o  espetáculo de dança, "Leve", que também pode ser visto como uma instalação que propõe um ambiente místico e intimista. "Leve", do Coletivo Lugar Comum (PE) fala essencialmente de perda, ou perdas, com as quais temos que lidar diariamente. 

Na trilha sonora, algumas faixas da cantora Isaar e no texto brevemente dito pelas dançarinas encontramos "Presença" de Mário Quintana:

É preciso que a saudade desenhe tuas linhas perfeitas,
teu perfil exato e que, apenas, levemente, o vento
das horas ponha um frêmito em teus cabelos...
É preciso que a tua ausência trescale
sutilmente, no ar, a trevo machucado,
as folhas de alecrim desde há muito guardadas
não se sabe por quem nalgum móvel antigo...
Mas é preciso, também, que seja como abrir uma janela
e respirar-te, azul e luminosa, no ar.
É preciso a saudade para eu sentir
como sinto - em mim - a presença misteriosa da vida...
Mas quando surges és tão outra e múltipla e imprevista
que nunca te pareces com o teu retrato...
E eu tenho de fechar meus olhos para ver-te.

Performance "Trans" no Sub-Estação
E continuando a noite, a programação da Sub-Estação da quinta-feira contou com a apresentação da performance "Trans", pela Cia Cacos de Teatro (AM). A montagem tem como elemento norteador a crítica à transformação, a mut(il)ação do corpo em busca da beleza ideal e os paradigmas estéticos da atual sociedade, como ilustra a figura da boneca, convidada a ser quebrada pelo público, com instrumentos como martelos, serrotes, isqueiros, e outros. No plano real, a atriz usa aparelhos correcionais de postura, sapatos de salto alto, aparelhos ortodônticos e óleo de máquina para, de fato, desconstruir sua própria imagem.

Aviso Lista de Triagem do Proc. Sel. 006-2011

Aviso Lista de Aprovados na Triagem  Proc. Sel. 006-2011

Duas Sessões de 'Era Uma Vez', Dois dias de Sub-Estação

 Performance 'Mãe - In Loco' - Cia Cacos de Teatro

A noite do feriado de Sete de Setembro reservou espetáculos de alta qualidade aos que estiveram no SESC Esplanada, que às 19h e 20h contou com duas sessões do espetáculo 'Era Uma Vez', e às 23h59 com a performance 'Mãe - In Loco', da programação Sub-Estação.

Era Uma Vez - Grupo Mão Molenga

A primeira destas, o espetáculo 'Era Uma Vez', do Grupo Mão Molenga de Teatro de Bonecos, vindos do Pernambuco. Em suas duas sessões, apresentaram uma história divertida, inspirada no imaginário dos contos de fada, e que mostrou variações interessantes nos desenrolares da peça, guiados pela interação com o público infantil, que compareceu em peso no Teatro 1 do SESC.

Em outro momento, na passagem da quarta para a quinta feira, e em outro lugar, na área de Convivência do SESC Esplanada, a Cia. Cacos de Teatro apresentou a sua segunda performance da programação da Sub-Estação, chamada 'Mãe - In Loco'. Fragmentos de diferentes momentos e personagens montam um complicado mosaico, numa performance que envolveu atores, sons, e pessoas do público.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

O Fio Mágico' e a estréia da Sub-Estação no Palco Giratório

Diário de Um Louco- Cia. Cacos de Teatro

Nesta última terça-feira, a área de convivência do SESC Esplanada recebeu a estréia da Sub-Estação, proposta diferenciada no campo das artes cênicas no estado, na forma da performance 'Diário de Um Louco', executado pela Companhia Cacos de Teatro, do Amazonas. Livremente inspirado no livro homônimo do escritor Nikolai Gogol, a montagem questionou os problemas gerados por uma sociedade caótica, em um discurso fragmentado, que perpassava por temas como a sociedade de consumo, a família e o amor.

O Fio Mágico - Grupo Mão Molenga

Mais cedo, no mesmo dia, também aconteceu o espetáculo 'O Fio Mágico', apresentado pelo Grupo Mão Molenga de Teatro de Bonecos.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Palco Giratório: Espetáculo infantil e Sub-estação desta terça no Sesc Esplanada

A programação continua hoje com o espetáculo infantil “O Fio Mágico”, do grupo Mão Molenga Teatro de Bonecos, no Teatro Um do SESC Esplanada às 19 horas. A peça conta a história de Gérard, um menino impaciente que recebe o dom de adiantar o tempo manipulando o fio de sua própria vida. A entrada é 2kg de alimentos não perecíveis, que podem ser trocados por uma senha individual a partir das 15h no SESC Esplanada.


Mais tarde, às 23h59, começa a programação Sub-Estação, que é composta por performances apresentadas sempre às 23h59. A primeira é “Diário de um Louco”, da Cia Cacos de Teatro, na Área de Convivência do SESC Esplanada. A classificação é 18 anos.

Diário de um Louco

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

O Gordo e o Magro lotam Teatro Um na noite de ontem

Nessa segunda-feira o público compareceu ao Teatro Um do Sesc para prestigiar mais um espetáculo do Festival Palco Giratório, que começou dia 01 de setembro e vai até dia 02 de outubro.

A Cia IN.CO.MO.DE-TE, do Rio Grande do Sul, que já havia se apresentado no domingo com a peça “Dentro Fora”, novamente encantou a platéia, desta vez com o espetáculo “O Gordo e o Magro Vão Para o Céu”, com direção de Liane Venturella e Nelson Diniz.

Após o espetáculo, como de costume, o grupo conversou com a platéia sobre a peça, o texto, a preparação dos atores e outras curiosidades e dúvidas que surgiram após a apresentação.




A programação continua hoje com o espetáculo infantil “O Fio Mágico”, do grupo Mão Molenga Teatro de Bonecos, no Teatro Um do SESC Esplanada às 19 horas. A entrada é 2kg de alimentos não perecíveis. Mais tarde, às 23h59, tem a performance “Diário de um Louco”, da Cia Cacos de Teatro, na Área de Convivência do SESC Esplanada.

Quadro de Aulas do Sesc Academia - SETEMBRO/2011

Festival Palco Giratório em Ariquemes nesta Segunda-feira


O Festival vem expandido suas fronteiras geográficas no interior do estado e na capital, levando apresentações a Ariquemes e Porto Velho.

O Festival Palco Giratório, na sua edição 2011, vem aumentando sua área de atuação. Através da Programação de Circulação Estadual, o Grupo Imbuaça, de Sergipe, apresenta em Ariquemes seu espetáculo “O Mundo Tá Virado”, às 20h no Espaço Cultural da Prefeitura.

Durante a semana, o Grupo se apresenta também em Presidente Médici (07/09, às 19h30 no Ginásio de Esportes), Ji-Paraná (08/09 às 19h30 na Praça do Teatro Dominguinhos) e Vilhena (11/09, às 17h na Praça Genival Nunes).
 
Já na Capital, o Palco Giratório traz nessa segunda-feira o espetáculo “O Gordo e o Magro Vão Para o Céu”, do grupo IN.CO.MO.DE-TE, do Rio Grande do Sul. A peça mostra os dois grandes ícones do cinema, o Gordo e o Magro, transpostos pelo escritor Paul Auster para um lugar indefinido que pode ser o céu, a terra ou os campos elísios, tendo uma tarefa definida: construir um muro com 18 pesadas pedras. A comédia começa às 20h30 no Teatro Um do SESC Esplanada, tendo classificação etária 14 anos, e a entrada é 2kg de alimentos não perecíveis, que podem ser trocados pelo ingresso a partir das 15h na central de Atendimento do SESC..


Porto Velho
O Gordo e o Magro Vão Para o Céu - Grupo IN.COM.MO.DE-TE (RS)
Local: Teatro 1 do SESC Esplanada
Data: 05/09/2011
Horário: 20h30
Ingresso: 2kg de Alimento Não-Perecível
Classificação Etária: 14 Anos


Ariquemes
O Mundo Tá Virado - Grupo Imbuaça (SE)
Local: Espaço Cultural da Prefeitura de Ariquemes
Data: 05/09/2011
Horário: 20h
Classificação Etária: Livre

domingo, 4 de setembro de 2011

Noite de Domingo com Dois Espetáculos no Palco Giratório 2011

Público na Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré

O Festival Palco Giratório levou ontem ao Anfiteatro da Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré o espetáculo "Teatro Chamado Cordel" do Grupo Imbuaça - SE. O público lotou a praça, porém não se ateve somente a esse espaço, pois, logo às 20h30 o Teatro Um do SESC abrigava uma longa fila de espectadores para o segundo espetáculo da noite: "Dentro Fora".

Público aguardando a entrada no Teatro Um do SESC
E após os espetáculos é costume no Festival Palco Giratório os atores dos grupos e cias participarem de um bate-papo com a platéia, a Cia IN.CO.MO.DE-TE, do Rio Grande do Sul, trouxe várias questões acerca da Tragicomédia Dentro Fora. A Cia também estará se apresentando hoje às 20h30 com o espetáculo "O Gordo e o Magro Vão Para o Céu". 

Debate com a Cia IN.CO.MO.DE-TE

Ao Vivo: Mesas Giratórias - O Panorama da Dança no Estado de Rondônia

Postagens populares (5 mais recentes)