domingo, 11 de setembro de 2011

Domingo no Palco Giratório: "E quem disse que foi dia pra tédio?"

Oficina Corpo em Risco - Uma Proposta de Dramaturgia com o Corpo

O dia de domingo reservou dos mais variados tipos de programação em variados espaços dentro e fora das dependências do SESC Esplanada. Começando o dia, aconteceu a Oficina 'Corpo em Risco - Uma Proposta de Dramaturgia com o Corpo', ministrado pela Companhia Cacos de Teatro, que também se apresentou no decorrer da semana na Sub-Estação, com performances encenadas ao decorrer de cinco dias dessa programação.

Mesa Giratória: Utilização dos Espaços Cênicos em Porto Velho

E durante a tarde, o Festival Palco Giratório reuniu no Audicine do SESC artistas e autoridades para discutir a utilização dos espaços cênicos em Porto Velho, em mais uma Mesa Giratória. O debate girou em torno dos problemas que os grupos enfrentam atualmente para apresentar suas produções nos teatros e praças da cidade. Falou-se bastante também em qual seria o maior entrave para se fazer teatro (ou qualquer outra forma de artes cênicas) no Estado: a falta de espaços apropriados ou a falta de incentivo e recursos financeiros? Rondônia é um Estado cheio de praças, outros espaços públicos e salas de teatro, mas os artistas acabam esbarrando em dificuldades técnicas (iluminação, som, equipamentos) ou burocráticas, como impostos e outras imposições que dificultam as produções. O grande desafio atual é que o artista precisa ser também administrador. 

O Secretário de Cultura, Esporte e Lazer Francisco Leilson falou principalmente sobre a construção do Teatro Estadual, mas outros espaços também foram discutidos e cobrados pelos artistas locais, como o Teatro Banzeiros e o Teatro da UNIR, que ainda está em construção e tem previsão de inauguração para 2012. O debate contou ainda com a presença de representantes da SEMED, IPHAN, SEST/SENAT, Teatro Um do SESC e do antigo Cine Teatro Resky, e foi transmitido ao vivo pelo Blog do SESC. A próxima Mesa Giratória será no próximo domingo 18 com o tema Políticas Públicas: Gestão e Fomento para as Artes Cênicas.

Meu Boi Precioso

Às 19:20 no Anfiteatro da Estrada de Ferro começou o espetáculo “Meu Boi Precioso”, do Ponto de Cultura Ponto de Início, de Porto Velho. A chuva que caiu no meio da tarde não atrapalhou a apresentação, e o público assistiu e se divertiu com a história de Chico, que por sua mulher foi obrigado a cortar a língua do boi preferido do patrão. Mais tarde, às 20h30 no Teatro Um do Sesc, os alunos da oficina de Dramaturgia - Leitura em Cena mostraram os resultados dos estudos fazendo a leitura dramatizada do texto “O Doente Imaginário” de Molière.

Leitura em Cena - O Doente Imaginário (Molière)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog do Sesc Rondônia tem por prioridade divulgar as ações e processos da instituição dando respostas a respeito da programação de eventos e outros, não sendo o canal administrativo para o recebimento de reclamações oficiais, reservando-se ao direito de não publicar mensagens que em sua essência contenham mensagens de cunho injurioso ou com linguagem depreciativa. Os usuários ou outros que desejarem fazer reclamações formais ao Sesc poderão entrar em contato com a administração regional em Porto Velho/RO e encaminhar suas considerações.

Postagens populares (5 mais recentes)