sexta-feira, 23 de junho de 2017

Com 20 anos de atuação, Palco Giratório inicia apresentações no dia 8 de julho em Porto Velho


O Palco Giratório, reconhecido no cenário cultural brasileiro como um importante projeto de difusão e intercâmbio das Artes Cênicas, intensifica a formação de plateias a partir da circulação de espetáculos dos mais variados gêneros, em todos os estados brasileiros, nas capitais e no interior, desde 1998. 

Além de espetáculos para todas as faixas etárias, uma vasta programação de oficinas, festivais, mesas-redondas e palestras é realizada com a participação ativa da comunidade, artistas locais e convidados, promovendo uma troca de experiências enriquecedoras, divulgando o trabalho de profissionais de todo o país e gerando emprego para os inúmeros trabalhadores que atuam no circuito.

O Sistema Fecomércio – Sesc – Senac – IFPE por meio do Sesc iniciará o Festival Palco Giratório em Rondônia, que este ano está em sua 10ª edição. Acontecendo entre os dias 08 e 29 de julho, contará com uma vasta programação de teatro, circo, dança, performances, intervenções urbanas e ações formativas, voltadas para o público infantil e adulto, e acontecerá em diversos locais da cidade, como o Teatro 1 do Sesc, praças, escolas e hospitais.

Além da capital, as cidades de Nova Mamoré, Ariquemes, Presidente Médici e Vilhena, receberão apresentações, com a circulação estadual do espetáculo “Lete” da Beradera Companhia de Teatro.  Em Ji-Paraná, o Palco Giratório ocorrerá em forma de mostra, com espetáculos de teatro e circo que acontecerão no período de 11 a 16 de julho.

Em Porto Velho o evento terá sua abertura no dia 08 de julho às 17h na Praça Aluízio Ferreira, com o espetáculo de teatro de rua “Caliban – A Tempestade de Augusto Boal”, do Grupo “Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz”, do Rio Grande do Sul.

Além das apresentações o festival realizará ações formativas, como oficinas, debates, palestras, pensamentos giratórios e o Seminário Palco Giratório 20 anos, pensado como uma forma de celebrar os 20 anos do projeto.

Durante os 22 dias do festival serão realizadas, 5 oficinas, 18 espetáculos, 3 intervenções, 3 performances, 1 palestra, 2 pensamentos giratórios e 1 Seminário, com 5 grupos convidados e 1 grupo em circulação estadual.

Este ano, o grupo selecionado pela curadoria dos 27 estados participantes do Palco Giratório para representar Rondônia, foi a “Beradera Companhia de Teatro”, com o espetáculo “Lete”, que narra a história dos diversos ciclos migratórios que moldaram a cidade de Porto Velho, findando com o ciclo das usinas hidrelétricas. Durante a peça, quatro atores se revezam em mais de 20 personagens. O espetáculo, voltado para o público adulto, percorrerá vários estados brasileiros, junto ao Palco Giratório.


“Convidamos a todos para viver essa experiência junto conosco, comemorando a 20ª edição do Palco Giratório e compartilhando o necessário movimento de apontar ações para o futuro, conscientes do constante desafio da reinvenção” convida o presidente do sistema Fecomércio-Sesc-Senac-IFPE, sr. Raniery Araujo Coelho.


Comunicação Sesc

quarta-feira, 21 de junho de 2017

MOSTRA SESC DE CINEMA APRESENTA SELECIONADOS NA ETAPA ESTADUAL


Acontece nos próximos dias 29 e 30 de junho a MOSTRA SESC DE CINEMA no Audicine do Sesc Esplanada em Porto Velho às 20h com entrada franca onde serão exibidos os curtas metragens selecionados na etapa estadual: BANHO DE CAVALO, SINFONIA PARA O TEOTÔNIO, ¿DONDE ESTÁ SANCHO PANZA? e ‘[r]Existo!’. Serão 40 minutos de exibição seguidos dos debates: Curadoria e Produção com Simone Norberto e Marcela Bonfim no dia 29 e Produção Cinema Independente com Ariana Boaventura, Elizabete Christofoletti e Joeser Alvares no dia 30.

A mostra visa contribuir para a difusão e fortalecimento da produção artística audiovisual nacional que não chega ao circuito comercial de exibição, promovendo discussão e intercâmbio entre realizadores, público, estudantes e críticos. As mostras estaduais são compostas por obras inscritas e selecionadas pelo Sesc Nacional no período de 21 de novembro de 2016 a 15 de janeiro de 2017. O Sesc, além de premiar os selecionados com um contrato de licenciamento para exibição pública, certificou os destaques de melhor roteiro, filme, direção de fotografia, desenho de som, direção de arte, direção de elenco, montagem, atriz e ator.

“Nos apraz oportunizar aos realizadores cinematográficos a difusão de suas obras e isto contribui para a cultura brasileira e local uma vez que a proposta da mostra não é somente a exibição dos curtas mas também promover a discussão, o debate em torno destes trabalhos” observa Raniery Araujo Coelho, presidente do sistema Fecomércio-Sesc-Senac-IFPE.


CURTAS SELECIONADOS PARA A MOSTRA

BANHO DE CAVALO 
Direção e Roteiro: Francis Madson e Michele Saraiva
Fotografia e Montagem: Michele Saraiva
Elenco: Ícaro Pimenta, Francis Madson, Denis Carvalho, Ruan Vianna e Cairo Vasconcelos
Sinopse: Banho de Cavalo é sucessão de micronarrativas poéticas sobre uma árvore (Castanheira), uma Amazônia, corpos e sujeitos como invenções de determinados pensamentos hiperbolizado da região.

SINFONIA PARA O TEOTÔNIO
Direção e Roteiro: Joesér Alvarez & Ariana Boaventura
Fotografia/Som/Edição: Joesér Alvarez
Gravuras: Frans Keller.
Sinopse:  Uma elegia ao fenômeno da piracema que ocorreu durante centenas de anos na localidade chamada de Cachoeira do Teotônio, hoje, sepultada sob as águas do lago da Hidrelétrica de Santo Antônio, no Rio Madeira, Sul da Amazônia.

¿DONDE ESTÁ SANCHO PANZA?
Direção e Roteiro: Joesér Alvarez & Ariana Boaventura
Roteiro/Som/Edição: Joesér Alvarez
Trilha Sonora: DJ Magogh  Resample Guilhermo Aguirre Música “Dom Quijote”
Produção: ACME Filme
Sinopse:  Um insuspeitável andarilho personifica o cavaleiro da triste figura em busca de seu fiel escudeiro numa jornada cheia de idas e vindas. Uma versão moderna do Quijote de Cervantes.
[r]Existo!

Direção e Roteiro: Joesér Alvarez 
Roteiro: Elisabete Christofoletti e Nilson Santos
Música e Performance: “Sons de Beira” Bira Lourenço e Catatau Batera
Sample Musical: “The Forest” {RickWakeman] DJ Magogh
Sinopse:  Um registro artístico e documental de um projeto audiovisual multimídia low-tech baseado na última grande inundação do rio Madeira, no sudoeste da Amazônia e seu impacto na vida das comunidades ribeirinhas localizadas no entorno da cidade de Porto Velho.

DEBATES

29/06
CURADORIA E PRODUÇÃO
SIMONE NORBERTO
E MARCELA BONFIM
30/06
PRODUÇÃO CINEMA INDEPENDENTE  
ARIANA BOAVENTURA
ELIZABETE CHRISTOFOLETTI
JOESER ALVARES

Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas no link http://www.sesc.com.br/portal/site/mostradecinema

Comunicação Sesc

Postagens populares (5 mais recentes)